A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/06/2014 12:52

Suspeito de participar de assassinato de PM tentou matar outras 3 pessoas

Bruno Chaves e Viviane Oliveira
Kelvin foi preso na BR-267, em Guia Lopes da Laguna (Foto: Divulgação)Kelvin foi preso na BR-267, em Guia Lopes da Laguna (Foto: Divulgação)

Preso na noite do último sábado (7) sob suspeita de ter participado do assassinato do policial militar Rony Maycon Varoni de Moura Silva, 28 anos, no último dia 3, em Campo Grande, Kelvin Wilian Santarosa da Silva, 21, tentou matar outras três pessoas, conforme informou a Polícia Civil.

Quando menor de idade, Kelvin teve quatro passagens na Polícia Civil como adolescente infrator. Após atingir a maioridade, além de ter sido denunciado à polícia por três tentativas de homicídio, o rapaz também foi alvo de boletins de ocorrência por ameaça e porte irregular de arma de fogo.

Ele e o preso Rafael Fernandes de Quadros, 23, foram detidos em um Chevrolet Kadett, na BR-26, pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). A suposição é de que a dupla fugiria para o Paraguai. Kelvin é acusado de participar do assassinato de Rony e Rafael é suspeito de ter ajudado o primeiro a fugir.

Viatura capotou 4h de hoje (Foto: Divulgação)Viatura capotou 4h de hoje (Foto: Divulgação)
Policiais tiveram ferimentos leves (Foto: Divulgação)Policiais tiveram ferimentos leves (Foto: Divulgação)

Capotagem – Como a dupla foi presa em Guia Lopes da Laguna, a Polícia Militar enviou quatro militares do Batalhão de Choque para fazer o transporte dos suspeitos do interior. Na madrugada de hoje (8), por volta das 4h, a viatura do Choque acabou capotando na BR-267, próximo a Maracaju. Os motivos que provocaram o acidente não foram informados.

Os dois policiais que estavam na viatura tiveram escoriações leves e foram encaminhados para o hospital de Maracaju. Os dois presos não ficaram feridos. O acidente foi presenciado por outra dupla de militares que seguia atrás da viatura fazendo o transporte o Kadett apreendido pela PRF.

Fuga e morte – Kelvin e Rafael estavam na mesma casa em que Everton Rosa da Silva, 17 anos, apontado como envolvido na morte do policial Rony, se escondia. Everton morreu ontem na Santa Casa da Capital depois de ser baleado por policiais militares em uma casa na Rua Taumaturgo, no bairro Aero Rancho, endereço do esconderijo.

Ele ofereceu resistência à prisão, segundo a versão informada pela PM. A corporação informou que a equipe foi até o local depois de receber a informação de que o suspeito da morte do policial estava no lugar.

Kelvin estava no local com o adolescente, mas conseguiu fugir. Ele foi detido na BR-267 pela PRF horas depois. Junto a Kelvin, estava Rafael Fernandes de Quadros, 23, que, segundo divulgou a polícia, ajudou os envolvidos no assassinato a fugir. Ele também foi preso.

O caso – Na terça-feira passada (3), Rony dirigia a Saveiro, placas HSG-4208, junto com um colega cabo da Polícia Militar. Eles foram cercados por duas motocicletas ocupadas por quatro homens na rotatória da BR-262.

Eles teriam matado o policial a tiros para roubar um malote com R$ 20 mil. Rony ingressou na Policia Militar há três anos e nove meses. Começando pelo BPtran (Batalhão de Trânsito), depois transferido para o Ciops.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions