A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

07/05/2018 17:24

TRE recebeu 68 pedidos de pessoas trans para mudar nome no título

Somente em Campo Grande foram 26 solicitações para mudança de nome, conforme o TRE-MS

Gabriel Neris
Pedido pode ser feito no Fórum Eleitoral de Campo Grande. (Foto: Saul Schramm)Pedido pode ser feito no Fórum Eleitoral de Campo Grande. (Foto: Saul Schramm)

Travestis e transexuais que pretendem adotar um nome social nas eleições deste ano têm até quarta-feira (9) para solicitar a alteração do título eleitoral, quando ocorre o fechamento do Cadastro Nacional de Eleitores. Em Mato Grosso do Sul, 68 pessoas já solicitaram a mudança dentro do prazo estipulado para o pleito deste ano.

De acordo com o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), somente em Campo Grande foram 26 solicitações para mudança de nome. As mudanças ocorreram em outros 25 municípios. Em Dourados foram cinco alterações. Em Anastácio e Coxim foram quatro pedidos em cada uma.

Corumbá e Três Lagoas registram três pedidos de mudanças no nome social. Em Jardim, Ladário e Rio Verde foram dois pedidos feitos em cada município.

Também aparecem na lista com um pedido de mudança de nome os municípios de Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Bela Vista, Bonito, Brasilândia, Costa Rica, Fátima do Sul, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Ponta Porã, Santa Rita do Pardo e Vicentina.

Para requerer a atualização cadastral, basta que o interessado apresente documento de identificação com foto, não sendo exigidos comprovantes, declarações nem certidões adicionais. Menores de 18 anos também podem requerer a modificação, desde que já possuam o título de eleitor.

Em todos os casos, um novo documento, com o nome civil já substituído pelo nome social e com o mesmo número de inscrição do anterior, será emitido e entregue pelo atendente no ato da solicitação. O verso do título deverá ter um QR Code, código de segurança que atesta a autenticidade do documento.

O nome social, além de constar no título de eleitor, também estará indicado no cadastro da urna eletrônica e no caderno de votação das seções.

No caso de candidatos transexuais e travestis, conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), embora o nome social e o nome que constar na urna possam coincidir, eles também são registrados em procedimentos separados. O prazo final para que candidatos transexuais e travestis

Em Campo Grande os atendimentos acontecem no Fórum Eleitoral (rua Delegado José Alfredo Hardman, 180, Parque dos Poderes), Centro Integrado da Justiça (esquina da rua Sete de Setembro com a avenida Calógeras), Fácil Guaicurus (avenida Gury Marques, 5.111, Universitário), Fácil General Osório (rua Santo Ângelo, 51, Coronel Antonino) e Fácil Aero Rancho (avenida Marechal Deodoro, 2.603, Aero Rancho).

MEC quer programa para ocupar vagas ociosas em universidades públicas
O Ministério da Educação (MEC) estuda criar ainda este ano uma nova modalidade do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), chamada Sisu Transferência, vo...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio para sábado vale R$ 22 milhões
O segundo sorteio da Mega-Sena, desta semana que terão três, mais uma vez, voltou acumular, devido a falta de acertadores no prêmio principal. O sort...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions