ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 22º

Bate Papo Empreendedor

"Comportamento cotovelo": Você conhece alguém assim?

Por Heitor Castro | 03/03/2021 09:06

“Eu desejo que você seja feliz, mas não mais que eu.”

Você é assim? Conhece alguém assim? Que despreza quem é mais talentoso ou qualificado por puro ego? Que trava o crescimento, não progride e não deixa os outros progredirem?

“Se você é muito alto, vou cortar seus pés. Se você se provar melhor do que eu, então vou cortar sua cabeça“ - Procrustes

Esse assunto me lembra a história desse mito grego, que exemplifica esse tipo de perfil na sociedade. Tudo se resume em algo que os psicólogos chamam de “comportamento cotovelo”, que significa retirar da sua frente tudo que seja mais brilhante e mais inteligente que você, — puramente por intolerância e ego —.

Segundo a mitologia grega, Procrustes foi um estalajadeiro que tinha uma taverna nas colinas mais altas da Ática. Ele oferecia acomodações para os viajantes, e quando os viajantes dormiam, ele os amarrava e amordaçava. Se a vítima era alta demais e seus pés, mãos ou cabeça saíam da cama, ele as cortava. Se a pessoa fosse menor, ele quebrava seus ossos para obter o tamanho desejado.

No nosso dia a dia sabemos, claro, que algumas pessoas com cargos de liderança no trabalho nem sempre são as mais capazes ou qualificadas.

Assim, quando uma pessoa mais proativa ou criativa é capaz de vencer esse “perfil de lider” em algum sentido, os próprios usam formas de rebaixar e colocar os “proativos” em um canto onde eles não possam oferecer mais nenhuma ‘ameaça’.

Características desse perfil?

1 - Autoconfiança extremamente baixa ou excepcionalmente alta.

2 - Emocionalmente muito sensíveis. Quando veem que alguém está fazendo algo muito bem feito, sentem isso como um insulto.

3 - Vendem a ideia de que são muito empáticos, como um jogador que joga para a equipe. Mas, na realidade não.

Uma pessoa com a síndrome de Procrustes aplica toda sua energia para limitar as habilidades de outras pessoas. Desanimam sonhos e esperança alheios.

Pense que quando estamos cercados de pessoas assim, difíceis, é melhor sempre compreendê-las primeiro e depois administrá-las. E lembre-se de que muito dificilmente seu talento irá desabrochar perto de pessoas assim.

Tudo isso vai muito além da simples competição saudável, porque quando se transforma em ataques sutis, quando alguém que você se relaciona faz tudo para elevar seus defeitos e não suas qualidades… eu aconselho: feche a porta.

Procure lugares e pessoas que lhe permitam abrir suas asas.

Fuja dos Procrustes em sua vida.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário