ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 26º

Boa Imagem

Tendências nas redes sociais: você tem medo de ficar de fora?

Será que você precisa mesmo comprar tudo aquilo que “todo mundo” está comprando?

Por Larissa Almeida (*) | 21/06/2022 16:59


Se você usa redes sociais e já se sentiu frustrado ou inferiorizado por observar as pessoas que você segue “tem vidas melhores”, “tem as roupas da moda” ou “vivem experiências mais incríveis que as suas”, você provavelmente já sentiu “Fear Of Missing Out” - FOMO, em tradução livre algo como "medo de ficar de fora".

O termo está diretamente relacionado ao universo da internet e, principalmente, das redes sociais, que trouxe para as pessoas um senso de urgência – e também de insatisfação com a própria vida - que pode se tornar algo grave financeira e psicologicamente. Muitas pessoas estão deixando de aproveitar o momento presente para conferir no post dos outros aquilo que não tem, fazendo uma comparação constante e desvalorizando as próprias conquistas.

O fato é que acabamos comparando o nosso bastidor (o nosso dia a dia repleto de obrigações) com o palco do outro, ou seja, o que ele posta nas redes, e que normalmente são momentos felizes, de descontração e também, ostentação.

A FOMO traz questionamentos sobre nossas vidas em relação à vida das outras pessoas. “Eu deveria fazer o que ele está fazendo?”, “O que ela sabe que eu não sei?”, “Porque isso não acontece comigo”?

E quando se trata da compra de bens materiais, como roupas e sapatos, a coisa não é diferente.

Muitas pessoas se sentem inferiorizadas por ainda não ter comprado aquela peça da roupa que está na moda e todo mundo está usando. E muitas vezes nem acham aquela peça interessante, mas o sentimento de estar perdendo alguma coisa, de não se sentir incluído, pode levar à armadilha de comprar para pertencer.

A necessidade de seguir tendências está cada vez mais em alta, e é comum ver lojistas incentivando as pessoas com a famosa frase “tem que ter”, e isso é preocupante. Será que você precisa mesmo comprar tudo aquilo que “todo mundo” está comprando?

Antes de entrar na próxima tendência, pense se aquele item te representa, se tem a ver com seu estilo ou transmite a mensagem que você deseja. Importante avaliar também se a peça combina com as demais que você já tem, se está adequada aos ambientes que você frequenta, se está precisando e se vale mesmo a pena o investimento.

Alguns sinais de FOMO:

Tempo excessivo na internet/redes sociais: está sempre com o celular na mão e com páginas de redes sociais abertas para não correr o risco de “perder nada”. Isso faz com que se esqueça de prestar atenção no mundo offline, acaba prejudicando na produtividade do dia a dia e gera ansiedade.

Dificuldade para negar convites: Evita dizer não para não perder momentos, festas, “oportunidades” e com isso acaba sobrecarregado e com mais atividades do que consegue cumprir.

Gastos excessivos: investe tempo e dinheiro apenas para não ficar de fora. Faz compras desnecessárias apenas porque todo mundo tem.

Caso reconheça os sintomas, é importante ser honesto consigo mesmo, tentar entender o porquê da insatisfação e do medo de se sentir de fora, e procurar ajuda terapêutica caso necessário. Além disso, é interessante reduzir a atividade nas redes sociais e dedicar mais tempo à vida real, que é o que de fato importa.

(*) Larissa Almeida é formada em Comunicação Social pela UFMS e pós-graduada em Influência Digital pela PUC-RS. Trabalhou durante 14 anos na área de comunicação e imagem em importantes instituições como Caixa Econômica Federal, Prefeitura de Campo Grande, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Senado Federal, além de ter coordenado a comunicação da Sanesul. Consultora de imagem formada pelo RML Academy e Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Especialista em Dress Code e comportamento profissional por Cláudia Matarazzo e RMJ Treinamento e Desenvolvimento Empresarial.

Nos siga no Google Notícias