A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


15/12/2014 16:11

A paradeira da comunicação falada e televisada em tempos de festas

Reinaldo Rosa

MEIO CHEIO – No ‘Jornalismo Moreno’, redator citou resultados de pesquisa do IBGE. “Campo Grande é a terceira capital do Centro-Oeste com melhor participação no PIB nacional”.

MEIO VAZIO – Considerando quatro capitais no Centro-Oeste (DF incluído) a Cidade Morena ficou, na realidade, em penúltimo lugar. Interpretações que agradam a importante anunciante.

FUNDAMENTALISMO – Ascenção e queda de império da comunicação em Mato Grosso do Sul continua fazendo vítimas. Após quase três décadas mantendo o sucesso da FM Mega 94, Francisco Báccaro abriu mão de Campo Grande e transferiu-se para Cuiabá.

VÃO-SE OS ANÉIS – Após sair da emissora da Av. Filinto Muller, Xico fundou agência de publicidade apostando em mercado que ajudou a crescer. Estigmatizado pela umbilical ligação com empresas do Grupo Correio do Estado não obteve o sucesso esperado como empresário.

ANOS LUZ DE CULTURA – Proporcionando momentos de real amizade – e cumplicidade - com o ouvinte a Rádio Cultura AM, de Campo Grande, continua com atualizada programação através dos tempos. Além de projetar importantes nomes para o dial local, completou 65 anos de atividades ininterruptas e incorporadas às mudanças que a atividade exige.

ESCOLINHA – Jornalismo da TV Morena continua formando profissionais de projeção nacional. Agora foi a vez do repórter Bruno Grubbert seguir para afiliada da rede Globo no Recife. Marcos Ribeiro, procedente de Dourados, assumiu a ‘titularidade’ da vaga aberta.

NA COLA – Na falta de criatividade televisiva e radiofônica, nada como um ‘flash back’ para salvar a vida de editores da comunicação. ‘Altas Horas’, de Serginho Groismann, entrou na onda do ‘Programa do Ratinho” e abriu o arquivo morto fonográfico para salvar a audiência.

PLACAR – A lista de autores nacionais já mortos espelha bom gosto musical de consumidores de CDs. Na relação de doze nomes constam – respectivamente - os nomes de Tom Jobim, Tim Maia e Gonzaguinha nas três primeiras colocações. Duzentas mil unidades de gravações do filho de Gonzagão representam mais do que nomes (de intérpretes vivos) que não saem de atuais programações de rádio e TV.

MAIS FLASH BACK - Em 1990, Bruno Mazzeo tinha 13 anos quando fez participação especial na ‘A Escolinha do Professor Raimundo’. No quadro, ele interpreta Ptolomeu, o irmão caçula de Copérnico. O melhor do ‘Vídeo Show’ foi ao ar nesta segunda-feira.

SAC NET – Por questões que a própria Net desconhece, a operadora deixou assinantes na mão e a coluna saiu com atraso. Sorry.

 

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions