A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


05/03/2018 11:10

As mudanças no mercado radiofônico

Reinaldo Rosa

AOS AMIGOS, TUDO - Após contemplar bancadas do congresso nacional com construções de estádios, o governo mudou a alça de mira. A Era Sarney foi marcada com concessões a esmo de emissoras de rádios aos amigos dos amigos, como forma de cabalar votos à pífia administração de então.

MAROLINHA - Livre trânsito com o ministro das Comunicações à época, Antonio Carlos Magalhães, era a senha para obtenção do mimo. A desmedida medida contemplou parlamentares com pouco trato nas ondas do rádio.

TUDO EM FAMÍLIA - Empresários da comunicação amigos do poder foram agraciados com mais de uma unidade de canais e temos atualmente o rádio que a maioria não merece. Mato Grosso do Sul formou alguns monopólios radiofônicos familiares.

DOIS EM UM - Em primeiro de março, entrou em operação a rádio Amanda 94,5 FM, de Amambai; resultado da migração para a faixa de frequência modulada da Rádio Jornal AM. Com a nova emissora o Grupo Pereira Guedes passou a ter duas emissoras na mesma banda.

O MAIS OUVIDO – Concorrência de apenas uma rádio Comunitária em Amambai obriga os canais de Gilberto Pereira Guedes impor preço único de mídia. Comércio local fica sem opção de tabela de preços entre rádios na faixa principal.

EM REDE – Informativo local da Rádio Globo FM briga pela audiência com o ‘Tribuna Livre’, da FM Capital (do mesmo grupo), por cerca de trinta minutos. Pereira Guedes –em Amambai- resolve a questão transmitindo o ‘Resenha da Cidade’ em rede nas suas emissoras. Monopólio dá nisso.

FRENTE DE TRABALHO – Migração da ‘Amanda 94.5 FM’ provoca mexida no mercado para profissionais do setor. Há projeção de vagas para locutores em alguns horários em programação que tende a firmar-se futuramente. Disney Coelho pode ser a boa novidade.

AGUENTE – Falta muito para a estreia da seleção do Tite entrar em campo na Rússia. O “quinto metatarso do pé direito de Neymar” vai ser mencionado por todo e bom cronista esportivo –ou não- até lá. Haja saco.

PADRÃO FIFA – Jornalista coloca em dúvida o ‘padrão Globo’ cantado em prosa e verso por décadas pela emissora carioca. Com a Som Livre fazendo caixa ao exaltar as ‘qualidades’ de Anita, Pablo Vitar, Juju Todinho, Popozuda e sertanojos o slogan cai no descrédito.

VC NA COLUNA - “Padrão, respeito, honestidade é Silvio Santos, no SBT. Que sempre foi popular e popularesco sem apelar para o grotesco. Você não vê essas figuras no SBT. Salve Silvio Santos. Silvio Santos vem ai”. Ciro de Oliveira

CANAL FECHADO - A ESPN desistiu da transmissão da copa da Rússia alegando que os direitos de exibição do Grupo Globo estavam caros demais. Assinantes têm desistido dos pacotes mais caros, ou migrando para os mais baratos ou mesmo deixando a TV paga. Simples assim.

As entrevistas e as oportunidades
ENTRA E SAI - Jornalista Laureano Secundo faz plantão na série de entrevistas com candidatos ao governo e Senado no ‘Noticidade’, da Cidade FM, de Ca...
A disputa pelo horário eleitoral
SONHO MEU – Potenciais candidatos à presidência digladiaram-se por apoio do adesista ‘Centrão’, de olho no tempo de TV no horário político. Pesquisas...
O eterno reino do futebol nacional na tevê local
FLA-FLU - O esporte em Mato Grosso do Sul coloca-se em lugar deprimente na tábua de classificação na mídia -televisiva e radiofônica- local. Raros es...
11 de setembro é "ignorado"
PAUTA LIXO – Imprensa mundial dá sinais de que até as importantes notícias (e/ou fatos) o tempo se responsabiliza por mandá-las para a "cesta seção",...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions