A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


23/08/2019 13:20

Edital prioriza produções infantis

Reinaldo Rosa

PRODUÇÃO DA CASA - TVE Cultura anunciou abertura de edital para produção de conteúdo da emissora com previsão de R$ 6,1 milhões para financiamento de programas. Recursos oriundos do FSA -Fundo Setorial do Audiovisual-, BRDE -Banco Regional de Desenvolvimento Econômico-, ANCINE -Agência Nacional de Cinema-, e contrapartida do Governo do Estado.

TRADIÇÃO - Quatro obras da produção infantil terão especial destaque. “A então TVE Regional contou em sua grade com o ‘Corixos e Cochichos’, que abordava temas como a educação ambiental sob a ótica dos bichos do Pantanal, educando de forma lúdica nossas crianças”, ilustrou o jornalista Bosco Martins, diretor-presidente da Fertel.

Projetos envolvidos são classificados em quatro categorias -livre, infantil, jovem e adulto-, envolvendo material ficcional, documentários e animação. O total a ser investido é o maior volume de recursos já inclusos em um edital do gênero no Estado.

EDUCAÇÃO DE BASE - Bosco frisou a parceria firmada com a TV Cultura de São Paulo, conhecida pela qualidade de sua programação com grande portfólio de atrações infantis. “Mais do que uma ‘babá eletrônica’, a TV Cultura educa e diverte crianças com produções de alcance mundial”.

MERCADO ABERTO – Emissora de TV pública de MS abre espaço para profissionais de artes áudio visuais voltados à produção de atrações com toques regionais. O diretor apontou ainda a diretriz do Governo do Estado em melhorar os serviços prestados à população.

PLURALIDADE – Estigmatizada –por décadas- como esquerdista, a TV Cultura de São Paulo demonstra o grau de democracia que pratica. No ‘Roda Viva’ atração de maior respeitabilidade da grade da emissora- até o deputado Alexandre Frota teve seu momento estelar.

R.V.S.P. – Na festa de arromba da Câmara de Campo Grande –que distribuiu títulos de cidadão campo-grandense- faltou maior representação. No rol dos contemplados chamou atenção a ausência de representantes do rádio e repetidoras de TVs locais.

NÓS AQUI – Aos fotógrafos, que registram luz e sombras da cidade morena, foi destinada exibição de vídeos de suas produções de postais. Profissionais da área, com atuação em corredores oficiais, foram lembrados. Simples assim.

É HOJE – Cervejaria Artesanal Prosa é o endereço para quem curte a verdadeira –e boa- música regional. Tem apresentação de Carlos Colman cantando as canções que não se ouvem mais. Principalmente nas rádios do pedaço. Veja no Google Map.

ZIPER NA BOCA – Ouviu recados diretos e indiretos passivamente. Moro José está calado.

Rede antissocial não separa joio do trigo
VEM QUE TEM – Radialista de Campo Grande informa que “toca, sim, músicas de Carlos Colman” em seus programas. Considera que, em alguns casos, não pro...
Na rádio, a repetição do que se ouve pela TV
MENOS É MAIS - Menos de um mês de expectativa da entrada em operação da nova FM em Campo Grande e pululam reclamações de atentos e contumazes ouvinte...
Na corrida por promoção, decepção na volta pra casa
NA ESTAÇÃO – Acostumados com acesso fácil à Praça do Papa para apresentações do ‘Show da Virada” local, novo endereço do evento decepcionou seleta pl...
Figura do âncora está em falta no jornalismo local
ÂNCORAS MS – Apresentadores de telejornais de Mato Grosso do Sul não têm aptidão, digamos assim, para posição de âncora em TVs regionais. Comentários...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions