ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 23º

De olho na TV

Faça o que eu digo...

Por Reinaldo Rosa | 04/12/2017 15:17

MELHOR NÃO – Projeto de jornal impresso da cCpital, que incentiva o hábito da leitura para crianças foi elogiado por vereadores. Na mesma edição, leitores deparam com matéria sobre a ‘Cidade do Natal’, cujo “local é localizado nos altos da Afonso Pena.

ERREI – Atentos leitores (como Robson Ramos e a tchurma da Mega 94) observaram erro crasso na coluna anterior. “A CBN está presente em 35 emissoras em diversas unidades da federação”, seria a informação certa. Não leia sem, antes, escrever.

INTERVALO – No ‘Dia da Propaganda’, celebrado nesta segunda-feira, a grade de patrocinadores pode determinar a audiência de certos programas. Critério que coloca, em Campo Grande, o ‘O Povo na TV’ imbatível no horário do almoço.

MAS – Para os loucos por telejornalismo o quesito ‘audiência qualitativa’ não é nada generoso para o citado programa. “Jornalismo sem palhaçada” virou mote nas chamadas para o informativo da concorrente TVi.

MIDAS – O respeitado trabalho –e experiência- de Ciro de Oliveira, o jornal da Rede MS, no início da tarde, proporciona boa briga com os concorrente SBT e TVi no mesmo período.

FOI BEM – ‘Capital Meio Dia’, na Capital FM, marcou importante tento no jogo do radiojornalismo local. Entrevista com ex-presidente Lula pode marcar início de contatos imediatos com importantes figuras do cenário político (e/ou cultural) do país.

P DA VIDA – No ‘Conexão Repórter’, no SBT, o deputado Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, desalojou cobras e lagartos há muito embutidos. “Na Câmara Federal, em cada grupo de dez deputados, apenas três são honestos e pensam no país”, garante.

ALMOÇO DE GRAÇA – Tiririca afirmou que jantares –e almoços- no Jaburu ou na residência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o cardápio principal é o balcão de negócios. Em dois mandatos conseguiu aprovação de “apenas um projeto” e pede desculpas a seus eleitores.

SABE NADA - ‘Fantástico’ deitou falação sobre atos de racismo com astros e populares atingidos com a questão. Não adianta; preconceito de cor só acabará quando a corrupção chegar ao fim no país. Ou vice versa na mesma ordem.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário