ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 19º

De olho na TV

Futebol fraco restringe cobertura à Série D via rádio

Por Reinaldo Rosa | 15/05/2017 09:51

O QUE FAZER – Domingo de abertura do Campeonato Brasileiro de futebol e os cronistas esportivos de Mato Grosso do Sul sem a parte que lhes cabe na competição. Consequência de administração pífia por parte da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), radialistas atuarão apenas em jogos da Série D. Enquanto nosso representante manter-se na disputa. Simples assim.

E.T. – Patinho feio das programações de rádio, o futebol será sintonizado apenas pela ditadura da Rede Globo e/ou emissoras de fora do Estado. Empresários da comunicação local não acreditam em lucro através de uma rede com emissoras nacionais.

NA REDE – ‘Cidade FM’; ‘Bonito FM 98,9’; ‘Três Lagoas FM 101,7’ e ‘FM Cidade’, de Corumbá. Emissoras de rádio do grupo comandado por Noninho e Gisele Paes Barbosa transmitem bom jornalismo radiofônico. Baseadas em quatro cidades de MS, a cobertura é mais dinâmica em relação à concorrência.

FUROS – A série ‘Assim eram os dias’ não conta com eficiente equipe de pesquisas internas. Selo de gravadora errada em disco de vinil; música lançada após a ditadura militar – e fazendo parte da trilha sonora – são alguns dos erros primários observados por atentos espectadores.

ALÔ DOÇURA – O casal vinte Huck e Angélica faz o paternalismo como regra máxima para alçar audiência em seus horários na Globo. Na Rede Record não faltam os ‘Domingos Show’ e Rodrigo Faro de plantão. Sem contar Mion e companhia. Cultura em penca na TV brasileira.

NA MESMA – A cultura do ‘pão e circo’ segue com tudo e não tem modificações a curto prazo. Vacilante, Rodrigo Faro evita contatos sobre renovação de contrato com a Record; ofertas de espaço na Globo e SBT estão no retrovisor do moço.

FORA DE ÉPOCA – Cláudia Raia assumiu indumentária tipo árvore de Natal neste Domingão do Faustão; incongruente com a camiseteria da plateia. Lembrou Marília Pêra em ‘Brega e Chique’, cuja personagem ia à feira com casaco de pele.

LINGUIÇA – ‘Fantástico’ dedicou cinco minutos e 42 segundos em matéria sobre choque de Ferrari com poste na Avenida 23 de Maio, em São Paulo. Ilustrou um boletim de ocorrência, sem nenhum dado a mais em relação ao que já conhecia sobre o fato.

VC NA COLUNA – “Será que teremos blackout nesta noite em Mato Grosso, enquanto o ‘Fantástico’ estiver veiculando a matéria bombástica que pode abalar as estruturas do poder no Estado?”. Júlio Cotting.