A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


04/09/2018 11:50

Jornalismo local tem "faz tudo' no ar

Reinaldo Rosa

ESCANTEIO E CABECEIO – Apresentador do jornal da TV Interativa faz de tudo um pouco; anuncia “a próxima reportagem” que ele mesmo fez fora do estúdio. Demonstração da seriedade com a qual se faz jornalismo na citada emissora.

ALVOS DE ESTIMAÇÃO – Manifestação ao vivo de postulantes ao cargo de governador –em especial- mostra as táticas de cada um. Leitor eleitor pode escolher entre contumazes batedores e escorregadios sentados nos muros da vida.

DÉJÀ VU – Seguir os líderes publicitários de outrora é a tônica das atuais produções para o horário político no rádio e televisão. Impressos com ‘programas de governo’ também recebem o inefável ‘control C control V’ e não se percebe nada de novo no front desta campanha.

FILME TRISTECandidatos que exerceram cargos no Executivo de Mato Grosso do Sul têm o que mostrar em mensagens televisivas. Imagens do fundo do baú são editadas, colocadas no ar e, por força de circunstâncias, seus autores são ignorados solenemente. Simples assim.

ENGANA QUE EU GOSTO – Proibido por força de lei eleitoral de citar órgãos públicos no nome, candidato arrumou jeitinho para burlar a determinação. Agente Comunitário de Saúde adotou ‘ACS’ como sobrenome. E a vida segue.

LUTO - Semana começou com grande contingente de pessoas lamentando a morte do mais antigo museu do país e seus “20 milhões de itens” tão alardeados. 98% destes inconsoláveis não têm a palavra museu no dicionário do aparelhinho de zapear que miram a todo instante.

AÇÃO E CONTEÚDO - Jornalista Bosco Martins, diretor-presidente da Fundação Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de MS, foi alçado ao cargo maior do Forum Nacional de emissoras públicas de rádio e televisão. Na posse ocorrida na TV Cultura em São Paulo, destacou metas como programação de conteúdos e digitalização para maior visibilidade às empresas públicas de comunicação.

EU PROMETO – Vídeos da serie ‘O Brasil que eu quero’ são aproveitados em mensagens de políticos em busca de votos no horário do TSE. O utópico ‘fim da corrupção’ é colocado na pauta de promessas sem a menor cerimônia.

CACHAÇA – Chico Baccaro, ex-canarinho/Mega 94 não perde a mania. Ausente do rádio –residindo atualmente em Ribeirão Preto- coloca no ar sua lista no site Spotify e, segundo comenta, com bom número de compartilhamento. Vale conferir.

Censores da ditadura eram aprendizes
CALA BOCA NÃO MORREU – Ministro do STF mostra que censores da ditadura militar, colocados nas redações – entre 1964 4 1984 - eram aprendizes. Ministr...
Refém de religião, TV tem sobe e desce na audiência
BALA NA AGULHA – Antiga forma de conseguir apoios de congressistas para a concessão de emissoras de rádios foi feita com base no compadrio. Com dois ...
Mistério dos vários zeros paira sobre compra de FM
DEBITO NA POUPANÇA – Influência política determina caminhos mais curtos para personagens da vida pública nacional. Nada de novo. Concessões de rádios...
Novelas e seus clichês merecem estudo
PRÓPRIO UMBIGO – Imprensa falada e televisada de Mato Grosso do Sul martelou sobre expectativas dos 100 dias de administrações nacional e estadual. P...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions