A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


14/03/2018 11:12

Novas emissoras, mesma programação

Reinaldo Rosa

SONHO ACABOU – Em terra de cego, quem tem um olho é caolho. A mesmice nas programações de rádio manteve ouvintes ansiosos por algo novo no ar. Anúncio da chegada da Globo FM a Campo Grande mexeu com a concorrência.

TAL E QUAL – A troca do cansativo sertanejo universitário por conhecidos nomes de cantores nacionais representou bom diferencial para ouvintes mais exigentes. Difícil entender a emissora carioca teimando na repetição diária do mesmo time e músicas idem.

CHOQUE – O noticiário local da Globo FM é o espaço da emissora em que o ouvinte tem um pouco da realidade de Mato Grosso do Sul. No resto da programação as notícias e o dia a dia carioca imperam. Sem contar o carioquês dos apresentadores.

VICIANTE – A inclusão da Globo FM no dial de Campo Grande provocou leve mexida no comportamento de emissoras concorrentes. Como esperado, passou a curiosidade por parte dos ouvintes e tudo voltou ao ‘normal’.

FALA BAIXO - Música, merchandising oficial e noticias; tripé nada original e solenes cuidados com comentários sobre os maiores anunciantes das emissoras. Radialistas desancam suas frustrações políticas através das redes sociais. Simples assim.

BR QUE EU QUERO – Cachimbo molda formato da boca. Espectadores pensam duas vezes antes de gravar mensagens para ‘o Brasil que eu quero’, da rede Globo. Optam pelas redes sociais onde os recados sobre o que desejam não sofrem censura de emissoras.

DEU NO JN – Pesquisa do Ibope informa que ‘honestidade’ é o principal item exigido pelo eleitor do universo consultado. Algo tão simples e necessário –como respirar- e tão distante de compulsórios eleitores que não recebem o que lhes prometem em palanques.

VC NA COLUNA - “Eu ouvi (a Globo FM) só uma vez, não gostei. Estou ouvindo a FM UFMS 99.9. Na FM 104 só ouço os programas de Ciro de Oliveira”. Lica do Nascimento

DE VOLTA - O novo espetáculo de Mônica Martelli ‘Minha vida em marte’ será encenado nos dias 24 e 25 de março, no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande. Comédia de sucesso que roda o pais com recorde de público. 

APELAÇÃO NO HORÁRIO NOBRE - Juvenal ficará chocado na primeira noite com Desirée: ele descobrirá que ela tem a genitália masculina. O segredo da personagem que fingiu ser virgem em ‘O Outro Lado do Paraíso’ será revelado quando ela for para casa do lapidador, às vésperas do casamento. Coisas de Walcyr Carrasco.

PIADA PRONTA – “O governo Temer marcha a réu”. Ricardo Boechat, na Band FM.

A disputa pelo horário eleitoral
SONHO MEU – Potenciais candidatos à presidência digladiaram-se por apoio do adesista ‘Centrão’, de olho no tempo de TV no horário político. Pesquisas...
O eterno reino do futebol nacional na tevê local
FLA-FLU - O esporte em Mato Grosso do Sul coloca-se em lugar deprimente na tábua de classificação na mídia -televisiva e radiofônica- local. Raros es...
11 de setembro é "ignorado"
PAUTA LIXO – Imprensa mundial dá sinais de que até as importantes notícias (e/ou fatos) o tempo se responsabiliza por mandá-las para a "cesta seção",...
Emissoras de rádio nacional buscam público local
CBN/RÁDIO GLOBO – Grifes de rádios nacionais estacionadas em Campo Grande tentando conquistar dois paralelos de ouvintes; interessados em notícias e/...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions