A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


19/04/2017 10:09

Novos desafios na mudança das rádios AM para FM

Reinaldo Rosa

DE AMAMBAI PARA O MUNDO – Jornalista Fonseca Jr., com passagens em emissoras de rádio e repetidoras de TVs de MS, encara novas jornadas. Está à frente do site ocanaldacidade.com.br com notícias nuas e cruas da cidade de Amambai e região. Leitores vibram com solidez das informações.

CAIXA BAIXA – Segundo tempo de jogo na mudança de faixa AM para FM para emissoras de Mato Grosso do Sul. Já vigorando a autorização do Ministério das Comunicações, a briga de empresários da radiocomunicação agora é a busca de parceiros para custear a operação.

MOSCA MORDEU – Exposição radiofônica de Albino Mendes resultou em aventuras na política de Dourados. Presidente de representação partidária e, mesmo grande conhecedor da MPB, aderiu à intransigente defesa da família Derzi e da atual administração douradense.

FOI BEM – Muito bom o novo formato do ‘Tribuna Livre’, da FM Capital. A abertura do programa, com o resumo do informativo, deixa o ouvinte mais colado na expectativa do que vem pela frente.

FALEM BEM, MAS FALEM DE MIM – Deu no Estadão na edição do dia 11: “a estratégia do Palácio do Planalto para afastar resistências à reforma da Previdência é fazer com que locutores e apresentadores populares (de rádio e televisão) expliquem as mudanças sob o ponto de vista positivo. Veículos que aderirem à campanha terão direito à publicidade federal”. Simples assim.

VC NA COLUNA – “A Globo vai pintar os governos militares de tudo o que não presta por medo deles (militares) realmente assumirem o comando do país, prender essa bandidagem toda e cobrar as dívidas estratosféricas de impostos devidos por ela e todo o império espúrio dos Marinho. Em todas as suas programações há o apelo em favor da ‘democracia do roubo e da imbecilização’ da parte ingênua da nação, da qual ela se mantém”. Antonio Mazeica.

VC NA COLUNA II – “Na década de 1970, nosso antológico Albino Mendes produzia um programa musical noturno, na nossa gloriosa Rádio Clube de Dourados. Leve-se ao pé da letra a palavra 'produção', meu caro Reinaldo Souza Rosa. Não apenas o nome do compositor, mas o que havia por trás de cada letra, de cada canção. Show da madrugada”. Valfrido Silva.

SUBCOM – No ano em que completaria seu centenário, o poeta Manoel de Barros será reverenciado nos 40 anos de Mato Grosso do Sul. Escultura em bronze, de Ique Woitschach, ficará exposta na Avenida Afonso Pena. Enquanto não é instalada, a obra estará disponível a visitação no Marco, no Parque das Nações Indígenas. Informação de Lívia Machado.

Censores da ditadura eram aprendizes
CALA BOCA NÃO MORREU – Ministro do STF mostra que censores da ditadura militar, colocados nas redações – entre 1964 4 1984 - eram aprendizes. Ministr...
Refém de religião, TV tem sobe e desce na audiência
BALA NA AGULHA – Antiga forma de conseguir apoios de congressistas para a concessão de emissoras de rádios foi feita com base no compadrio. Com dois ...
Mistério dos vários zeros paira sobre compra de FM
DEBITO NA POUPANÇA – Influência política determina caminhos mais curtos para personagens da vida pública nacional. Nada de novo. Concessões de rádios...
Novelas e seus clichês merecem estudo
PRÓPRIO UMBIGO – Imprensa falada e televisada de Mato Grosso do Sul martelou sobre expectativas dos 100 dias de administrações nacional e estadual. P...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions