A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


18/07/2018 14:09

Rádio, "menina dos olhos" na campanha

Reinaldo Rosa

JEITO PRA TUDO – O rádio, tão subvalorizado por alguns durante tempos, volta a ocupar o lugar dos sonhos de candidatos a cargos eletivos. E dá-lhe de entrevistas que, mais do que nunca, se assemelham a um Diário de Ação Parlamentar.

ORA A LEI - Obrigado a saír do ar, profissional da comunicação falada, na maior cara de pau, dá seu jeito para divulgar o nome através do dial. Vereador de Dourados e concorrente à vaga na Assembleia Legislativa, radialista Marçal Filho mantém o nome atrelado ao “Programa Marçal Filho”. Isso não pode Arnaldo. Reclamações no Tribunal Regional Eleitoral.

QUEM PAGA A CONTA – Emissoras de rádios e TVs já serviram de porta da frente para profissionais (?) com acesso aos correspondentes estúdios. Sobram pífios exemplos do que alguns fizeram de posse de mandatos eletivos.

PEROBA – O radialista Lucas de Lima, com sua voz de veludo conseguiu se eleger vereador de Campo Grande. Divulgando outdoors fora de época; frequentando salões de bailes flash backs ou na internet, ele procura aparecer diante do eleitorado. Quer alçar voos mais altos.

CAIXINHA VIRTUAL OBRIGADO – Passarão –ou não- pelas telinhas nos horários gratuitos (?) candidatos que ignoram certas táticas de campanha. Não conhecem a realidade dos municípios (nem os mais próximos) e não avaliam os custos da peleja.

PELAS ONDAS DO RÁDIO – Afáveis candidatos ligam GPS em direção a emissoras que mantém o radiojornalismo como norma. Na ‘Rádio Hora FM’, em entrevista com o radialista Arthur Mário, deputado deu mostras de sua fidelidade ao partido: vai desobedecê-lo. Simples assim.

VAI BEM – A serie ‘Tropa de Elite’, do jornalismo da TV Morena, marca ponto positivo. Criou diferencial na programação da emissora.

PADRÃO FIFA – O ‘Jornal Nacional’, espaço publicitário mais caro da rede Globo, encontra forte concorrente. 45 segundos do canal de Valdemar da Costa Neto, o PR, ainda tem quotas abertas a presidenciável que oferecer mais. Rica política nacional.

EMENDA E SONETO - Em seu retorno à programação da Globo, o ‘Vídeo Show’ teve audiência decepcionante, ainda pior, do que a que vinha registrando. Segundo dados prévios do Ibope, a atração marcou cerca de 7,8 pontos em audiência. Escapou por apenas dois décimos de ponto de ficar em terceiro lugar na Grande São Paulo. Informa Ricardo Feltrin, no UOL.

A disputa pelo horário eleitoral
SONHO MEU – Potenciais candidatos à presidência digladiaram-se por apoio do adesista ‘Centrão’, de olho no tempo de TV no horário político. Pesquisas...
O eterno reino do futebol nacional na tevê local
FLA-FLU - O esporte em Mato Grosso do Sul coloca-se em lugar deprimente na tábua de classificação na mídia -televisiva e radiofônica- local. Raros es...
11 de setembro é "ignorado"
PAUTA LIXO – Imprensa mundial dá sinais de que até as importantes notícias (e/ou fatos) o tempo se responsabiliza por mandá-las para a "cesta seção",...
Emissoras de rádio nacional buscam público local
CBN/RÁDIO GLOBO – Grifes de rádios nacionais estacionadas em Campo Grande tentando conquistar dois paralelos de ouvintes; interessados em notícias e/...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions