A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


21/06/2018 09:45

Rádios e venda de espaços

Reinaldo Rosa

POSSE - Bosco Martins, diretor da Fertel assumiu vaga no Conselho Consultivo da Educativa FM, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e destacou a importância da continuidade de políticas públicas. Afirmou que “a falta de continuidade é tão lesiva quanto atos de corrupção, pois jogam por terra esforços feitos por equipes e que consumiram recursos públicos, fazendo com que muitas ações tenham de ser retomadas do zero”.

FALANDO NISSO – O Conselho Consultivo da FM da UFMS poderia rever a prática da transmissão de noticiário produzido pela Rádio Nacional (DF). Notícias locais (de MS em geral) teriam melhor efeito para ouvintes.

FALANDO NISSO II – O radialista Armando de Amorim Anache lembra aditivo da nota da Abert Associação das Emissoras de Radio e Televisão-. Além da cobrança publicitária, rádios comunitárias poderão aumentar o alcance da área, hoje restrita, em que atuam.

VC NA COLUNA – “Piada essa das rádios comunitárias, né? Arrendam para políticos, vendem horários e digo: se procurar bem tem ‘dono’ de rádio comunitária que está até nomeado para ‘receber’ o horário pago por político. Aliás, tem uns que só têm programa porque pagam mesmo! São péssimos locutores”. Liziane Berrocal

VC NA COLUNA II – “Não são só as comunitárias que vergonhosamente vendem espaço para políticos; têm pseudocomerciais também”. Joel Silva

VC NA COLUNA III -- “Na verdade, de forma geral as emissoras de rádio, tornaram-se uma triste piada ou piada de mal gosto. Com raríssimas exceções, acabaram com as emissoras de rádio na Capital de MS. Essa que é a triste e dura realidade. Qual emissora de rádio nos oferece um noticiário, informativo algo que o valha de confiança? Sem o tradicional ‘bate-papo’ entre apresentadores (?) e convidados com as tradicionais perguntas e respostas de interesse do convidado? Qual? Primeiro que, em todas as emissoras que têm tal tipo de programa, os convidados nunca são perguntados de forma como devam ser. Além disso, os tais apresentadores desses ‘bate-papos’ sempre bordam os mais variados assuntos sem o devido conhecimento do mesmo. Bom, deixa pra lá. ‘Eles’ que são os entendidos no assunto estão boiando, imagine um leigo tal como eu. Segue o enterro”! Gilson Giordano

VC NA COLUNA – IV - “Ciro Nascimento, Ciro Oliveira, Wilson De Aquino, Admar Cardoso, Fausto Silva, Maurício Picarelli, Nivaldo Mota, Júlio César (Brejinho)Lucas Lima, Cazuza, B de Paula, torcedores pelo sucesso do rádio”. Nivaldo Mota

E AGORA? - A transmissão na faixa de AM (amplitude modulada) tinha ondas curtas e tropicais, algo impensável nos dias de hoje tão high tech. Pergunta matraca: como ficaram os ouvintes de distantes comunidades não atingidas pela faixa de frequência modulada?

INCÔMODO – Abert pergunta: sua emissora (de rádio) transmite cinco horas semanais de programas educativos? Para quem interessar possa, ela lembra que isso é dispositivo de lei para empresas de radiodifusão. Simples assim.

A disputa pelo horário eleitoral
SONHO MEU – Potenciais candidatos à presidência digladiaram-se por apoio do adesista ‘Centrão’, de olho no tempo de TV no horário político. Pesquisas...
O eterno reino do futebol nacional na tevê local
FLA-FLU - O esporte em Mato Grosso do Sul coloca-se em lugar deprimente na tábua de classificação na mídia -televisiva e radiofônica- local. Raros es...
11 de setembro é "ignorado"
PAUTA LIXO – Imprensa mundial dá sinais de que até as importantes notícias (e/ou fatos) o tempo se responsabiliza por mandá-las para a "cesta seção",...
Emissoras de rádio nacional buscam público local
CBN/RÁDIO GLOBO – Grifes de rádios nacionais estacionadas em Campo Grande tentando conquistar dois paralelos de ouvintes; interessados em notícias e/...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions