A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

20/03/2018 12:49

Advogado flagra onça-pintada cruzando rodovia a caminho do Pantanal

Polícia ambiental esclarece que presença dos felinos e demais animais da fauna aumentam em épocas de cheia

Danielle Valentim
Faltavam cerca de 50 km para chegar em Corumbá, quando as onças surgiram às margens da rodovia.
(Foto: Reprodução)Faltavam cerca de 50 km para chegar em Corumbá, quando as onças surgiram às margens da rodovia. (Foto: Reprodução)

A travessia de animais em rodovias que cortam Mato Grosso do Sul não é uma situação rara. Porém, se deparar com a travessia de uma bela onça-pintada merece manobra de retorno e até registro em vídeo para ninguém desacreditar. A passagem do felino foi filmada às 22h, de ontem (19), na porta de entrada para o Pantanal.

Um misto de medo e emoção, na noite de ontem, tomaram conta do advogado Diego Pereira, de 27 anos, que viajava a trabalho à Corumbá, a 444 km de Campo Grande. Ele seguia pela rodovia BR-262, quando visualizou dois felinos, um grande e um pequeno, ao lado esquerdo da pista. Surpreendido com a beleza dos animais, decidiu retornar com o carro.

Faltavam cerca de 50 km para chegar em Corumbá, quando as onças surgiram às margens da rodovia. Ao retornar no trecho onde os animais estavam, o motorista pegou o celular imediatamente, mas apenas a maior atravessou a pista.

“A menor parecia um filhote, aí eu voltei, e parei o carro na frente delas e fiquei parado e a onça maior atravessou. Foi emocionante, eu nunca tinha visto uma de perto. Tive um certo receio na hora por ela estar com um filhote, mas a vontade de ver a natureza acontecer na minha frente era bem maior”, disse.

Conforme o tenente coronel da PMA (Polícia Militar Ambiental) Edmilson Queiroz, a quantidade de animais na via está ligada à cheia no Pantanal.

“O animal em período de cheia procura a parte mais alta para escapar da água, coincidentemente, a rodovia se torna a parte mais alta para refúgio. É claro, que a presença desses animais também têm relação com a quantidade de fauna existente na região e a ausência de minimizadores, como túneis e viadutos de fauna, que poderiam reduzir os atropelamentos. Não podemos esquecer da educação no trânsito, muito motoristas não obedecem a velocidade permitida”, explicou.

Direto das Ruas - A sugestão de reportagem chegou ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions