A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 27 de Junho de 2019

20/05/2019 08:11

Após dois dias em UPA, frentista com suspeita de H1N1 vai para HU

Paciente foi internado na sexta-feira (17) com vários sintomas e também enfrenta suspeita de tuberculose, dizem familiares

Ronie Cruz
Paciente foi internado na sexta-feira (17) na UPA Moreninhas III (Foto: Direto das Ruas)Paciente foi internado na sexta-feira (17) na UPA Moreninhas III (Foto: Direto das Ruas)

A família do frentista Gilberto de Souza, 38, com suspeita de gripe H1N1, conseguiu vaga para o paciente no Hospital Universitário dois dias após ele ser internado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas III. Familiares de Gilberto procuraram a reportagem do Campo Grande News neste domingo (19) pedindo ajuda para o paciente.

Sobrinhos reclamaram que no tempo em que permaneceu na UPA o paciente ficou entubado em estado grave, sem condições de suporte, precisando de vaga em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Gilberto também enfrenta a suspeita de tuberculose.

“É um risco para ele e para outros pacientes porque a tuberculose pode ser transmitida e como a imunidade dele está baixa ele também corre o risco de pegar mais alguma coisa”, explicou o sobrinho Rafael da Silva Paulino.

Em resposta à família de Gilberto, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou neste domingo que o paciente seria encaminhado para o HU, que é referência para atendimento deste tipo de caso, assim que surgisse nova vaga na unidade e que o caso do frentista estava sendo tratado com prioridade.

O caso - A técnica de enfermagem Erica da Silva, 38, que veio de Chapadão do Sul com a mãe para acompanhar o tio,  diz que a situação se agravou após a internação na sexta-feira (17) na UPA Moreninhas III. “Ele chegou com tosse, fraqueza, falta de ar e pálido. Ele não andava muito. Daí ele ficou inconsciente, piorou o quadro [no sábado] e resolveram entubar ele depois de confirmar o H1N1”, afirmou.

Ainda segundo a técnica de enfermagem, não foi possível fazer o exame para verificar a possibilidade de tuberculose porque as condições do tio não são favoráveis. Além disso, Gilberto já havia iniciado no começo do mês um tratamento contra pneumonia após ser diagnosticado com a doença na UPA do bairro Nova Bahia, mas novos sintomas apareceram.

Direto das Ruas – As informações chegaram ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions