ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 26º

Direto das Ruas

Bancos são depredados "da noite para o dia" no Parque das Nações

Cerca de 10 bancos foram arrancados, segundo comerciante

Por Adriano Fernandes | 24/09/2021 13:40


Cerca de dez bancos que ficam em frente à entrada Kaiowá do Parque das Nações Indígenas, nos altos da Avenida Afonso Pena, foram arrancados entre a noite desta quinta (23) e sexta-feira (24), em Campo Grande.

A situação pegou a comerciante Julia Carla Freitas Barros, de 38 anos, de surpresa nesta manhã. Ela é dona de um trailer que vende água de coco em frente à entrada do parque. Trabalhando no local há sete meses, ela conta que nunca presenciou situações deste tipo.

"Mas há um tempo atrás, roubaram três trailers que ficam ali, ligamos no 190 reclamando, mas não resolveram nada", conta a comerciante. Vídeo feito pela comerciante, mostra os acentos dos bancos no chão e parte das estruturas de cimento quebradas, possivelmente pela ação de vândalos.

Videomonitoramento - Pelo menos 16 câmeras de segurança monitoram o Parque das Nações Indígenas. Duas delas, inclusive, estão instaladas nos estacionamentos da área externa do Aquário do Pantanal e da Cidade do Natal, próximo da entrada. No entanto, não há câmeras de monitoramento do lado de fora.

Procurado pela reportagem o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), informou que o reparo dos bancos na parte externa do parque é responsabilidade da prefeitura. A reportagem encaminhou o caso ao município e aguarda o retorno.

Direto das Ruas - Essa informação chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Matéria alterada às 17h19 para correção de informação***

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário