A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

06/05/2018 19:44

Moradores cobram redutores de velocidade em avenida da Moreninha II

Ipamerim tem lombada achatada e fiscalização eletrônica inativa

Kleber Clajus
Trecho tem ponto de ônibus e curva, porém motoristas não respeitam velocidade da via (Foto: Kleber Clajus)Trecho tem ponto de ônibus e curva, porém motoristas não respeitam velocidade da via (Foto: Kleber Clajus)

Condutores pouco respeitam a sinalização da Avenida Ipamerim, na Moreninha II, local onde morreram dois jovens de motocicleta, no sábado (5), na tentativa de ultrapassar outro veículo em área com faixa contínua. Os moradores da região, por sua vez, cobram medidas contra o excesso de velocidade não mais coibido por lombadas desgastada e desativada na via. 

"Todo dia tem um acidente pela questão de ultrapassar mesmo e ainda tem uma valetinha na curva", comentou o lavador de carros Lucas de Souza, 19 anos, sobre o movimento no local, que tem placas sobre fiscalização eletrônica e limite de velocidade de 30 km/h.

A funcionária pública Terezinha Recalde, 50 anos, ressaltou que o excesso de velocidade na avenida dificulta que crianças possam atravessá-la a caminho da Escola Municipal Aldo de Queiroz. "Pessoal abusa muito e não respeita [a sinalização], principalmente moto". Outra moradora, que não quis se identificar, disse que no fim de semana a situação fica ainda pior.

Mesmo apontando problemas, como as lombadas com tinta quase apagada e achatadas pelo tráfego intenso de veículos pesados, quem mora na região aponta soluções que vão das passagens de pedestres elevadas a instalação de lombadas eletrônicas. "Assim, as pessoas vem reduzindo antes", disse o estudante universitário Gabriel Recalde, 22 anos.

Acidente - Durante a noite de sábado (5), duas pessoas morreram ao trafegar na Avenida Ipamerim. Fernando da Silva Azevedo, 21 anos, e Mário Márcio Dias Martins, 14 anos, iam encontrar amigos em uma lanchonete quando, em uma ultrapassagem indevida, colidiram com dois carros. Os dois morreram no local.

O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga. Delegado plantonista, Ricardo Meirelles atribuiu o acidente ao "excesso de velocidade e ultrapassagem". Investigação seguirá na 4ª Delegacia de Polícia.

Testemunhas relataram que a motocicleta, conduzida por Fernando, tentava ultrapassar um Chevrolet Celta que seguia no mesmo sentido. Ao perceber que um Hyundai HB20 vinha no sentido contrário, em curva da Rua Ipamerim, houve a tentativa de retorno a via e colisão no veículo que seguia a frente. Com isso, os ocupantes da moto foram projetados no parabrisas do carro que buscavam desviar. Houve socorro às vítimas pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), porém elas não resistiram aos ferimentos.

Direto das Ruas - A sugestão de reportagem chegou ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.



a culpa não é da via e sim de seus condutores como na euler de azevedo
 
brazilino em 06/05/2018 21:45:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions