ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 18º

Economia

Até prorrogação, Receita Federal recebeu 30% das declarações que espera em MS

Segundo delegacia regional, 134.470 documentações foram transferidas até esta manhã

Por Jones Mário | 02/04/2020 10:18
Receita permitiu transferência de declarações até o dia 30 de junho (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Receita permitiu transferência de declarações até o dia 30 de junho (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Receita Federal em Mato Grosso do Sul recebeu 30,2% das declarações de IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) que espera para este ano. Segundo última parcial, com dados até 8h15min desta quinta-feira (2), 134.470 documentações foram transferidas. A delegacia regional estima que 445 mil serão entregues.

No início da noite de ontem (1º), a Receita anunciou a prorrogação do prazo limite para entrega das declarações, em dois meses. Agora, os contribuintes poderão transferir o documento até o dia 30 de junho.

O secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, justificou que o prazo foi alongado após ouvir relatos de contribuintes confinados em casa com dificuldades em obter documentos na empresa ou de conseguir recibos com clínicas médicas para deduzirem gastos.

Segundo ele, a entrega das declarações neste ano apresenta ritmo superior ao do mesmo período do ano passado. A delegacia da Receita Federal em Campo Grande aponta para 9,6 milhões de declarações de IRPF transferidas no País até o início desta manhã.

Tostes Neto ainda revelou que o calendário de restituições para quem já entregou a declaração pode ser revisto. Neste ano, a Receita tinha reduzido, de sete para cinco, o número de lotes de restituição, e antecipado o primeiro deles, de 15 de junho para 30 de maio.