A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

14/06/2009 11:00

Atrasos e poucos turistas comprometem Trem do Pantanal

Redação

Em pleno sábado de feriado, apenas 30 passageiros embarcaram em Campo Grande para mais um passeio do Trem do Pantanal. O número rendeu comentários positivos dos funcionários que trabalham na estação de Indubrasil, que chegaram a atender apenas 6 pessoas em embarques recentes.

A capacidade para 280 passageiros nunca foi preenchida, nem na primeira saída comercial, que teve apenas 40% das passagens vendidas. Na ocasião, a operadora BWT avaliou que com o tempo, a lotação seria maior, o que 30 dias depois está longe de ocorrer.

A viagem até Miranda não empolgou, o tempo gasto é motivo de reclamação e outros problemas revoltam turistas e comerciantes que esperavam lucrar com os passageiros que desembarcam em Palmeiras, Aquidauana e Miranda.

Na sexta-feira, o Trem do Pantanal atrasou quase duas horas na programação especial de Dia dos Namorados, que previa chegada a Aquidauna ás 12h45. O problema irritou os passageiros, incluindo-se empresários, como o sócio do Refúgio Ecológico Caiman, Roberto Kablin, e Pedro Passos. Eles até perderam um sobrevôo sobre a região por causa do atraso da locomotiva.

O grupo de 12 turistas se deslocou de carro até o Distrito de Palmeiras para pegar o trem, mas houve atraso de uma hora e 30 minutos. "Falta de compromisso com horário é prejudicial ao Trem do Pantanal", afirmou Kablin.

"Gostamos do passeio e acreditamos no potencial do projeto, mas somos favoráveis a um ajuste principalmente na questão dos horários", frisou o empresário.

O atraso na viagem ocorreu em virtude da espera para liberação dos trilhos controlados pela ALL (América Latina Logística), que administra a malha ferroviária em Mato Grosso do Sul. Este controle é feito através da central da empresa em Curitiba no Paraná. "A empresa precisa priorizar a liberação do trem de passageiros para que este fato não volte a ocorrer", disse um dos turistas.

Os comerciantes de Aquidauna que apostaram na promessa de desenvolvimento regional, ainda não viram retorno com a chegada do trem. Muitos fizeram investimentos contando com a nova demanda turística, um novo restaurante foi aberto no centro da cidade, mas até agora, estão à espera

A promoção do Dia dos Namorados também irritou os comerciantes porque a empresa ofereceu um pacote completo, com almoço em um restaurante no parque de exposições.

Para eles, os turistas conhecem apenas dois pontos de Aquidauana, a estação ferroviária e o restaurante do parque de exposição; (Com informações do Aquidauana News).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions