A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/06/2009 11:00

Atrasos e poucos turistas comprometem Trem do Pantanal

Redação

Em pleno sábado de feriado, apenas 30 passageiros embarcaram em Campo Grande para mais um passeio do Trem do Pantanal. O número rendeu comentários positivos dos funcionários que trabalham na estação de Indubrasil, que chegaram a atender apenas 6 pessoas em embarques recentes.

A capacidade para 280 passageiros nunca foi preenchida, nem na primeira saída comercial, que teve apenas 40% das passagens vendidas. Na ocasião, a operadora BWT avaliou que com o tempo, a lotação seria maior, o que 30 dias depois está longe de ocorrer.

A viagem até Miranda não empolgou, o tempo gasto é motivo de reclamação e outros problemas revoltam turistas e comerciantes que esperavam lucrar com os passageiros que desembarcam em Palmeiras, Aquidauana e Miranda.

Na sexta-feira, o Trem do Pantanal atrasou quase duas horas na programação especial de Dia dos Namorados, que previa chegada a Aquidauna ás 12h45. O problema irritou os passageiros, incluindo-se empresários, como o sócio do Refúgio Ecológico Caiman, Roberto Kablin, e Pedro Passos. Eles até perderam um sobrevôo sobre a região por causa do atraso da locomotiva.

O grupo de 12 turistas se deslocou de carro até o Distrito de Palmeiras para pegar o trem, mas houve atraso de uma hora e 30 minutos. "Falta de compromisso com horário é prejudicial ao Trem do Pantanal", afirmou Kablin.

"Gostamos do passeio e acreditamos no potencial do projeto, mas somos favoráveis a um ajuste principalmente na questão dos horários", frisou o empresário.

O atraso na viagem ocorreu em virtude da espera para liberação dos trilhos controlados pela ALL (América Latina Logística), que administra a malha ferroviária em Mato Grosso do Sul. Este controle é feito através da central da empresa em Curitiba no Paraná. "A empresa precisa priorizar a liberação do trem de passageiros para que este fato não volte a ocorrer", disse um dos turistas.

Os comerciantes de Aquidauna que apostaram na promessa de desenvolvimento regional, ainda não viram retorno com a chegada do trem. Muitos fizeram investimentos contando com a nova demanda turística, um novo restaurante foi aberto no centro da cidade, mas até agora, estão à espera

A promoção do Dia dos Namorados também irritou os comerciantes porque a empresa ofereceu um pacote completo, com almoço em um restaurante no parque de exposições.

Para eles, os turistas conhecem apenas dois pontos de Aquidauana, a estação ferroviária e o restaurante do parque de exposição; (Com informações do Aquidauana News).

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions