A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Fevereiro de 2019

13/02/2019 12:50

Cadastro de famílias na tarifa social é feito nos Cras, diz Energisa

O deputado José Carlos Barbosa (DEM) afirmou, ontem, que 171 famílias se enquadram no benefício, mas não sabem

Mayara Bueno
Entrada da Energisa, na saída para São Paulo, em Campo Grande. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo).Entrada da Energisa, na saída para São Paulo, em Campo Grande. (Foto: Kísie Ainoã/Arquivo).

A Energisa, concessionária de energia em Mato Grosso do Sul, afirma que as 171 mil famílias que têm direito à tarifa social na conta podem procurar os Cra´s (Centro de Referência de Assistência Social) dos municípios, que fazem o cadastro de famílias de baixa renda.

Na terça-feira (dia 13), o deputado José Carlos Barbosa (DEM) apresentou requerimento à empresa, pedindo para que amplie a divulgação sobre o benefício, porque há muitas pessoas que não sabem que podem pagar menos na conta de energia.

Segundo a Energisa, a tarifa social para os consumidores é frequentemente divulgada, assim como os critérios para adesão e como funciona o desconto.

Podem participar pessoas que recebem Bolsa Família ou Benefício Assistencial ao Idoso e à Pessoa com Deficiência. Os descontos variam de 10% a 65%, de acordo com as faixas de consumo.

Só em Campo Grande, 49 mil estão nesta situação e, em Dourados, 10 mil. As informações chegaram ao parlamentar por meio da resposta enviada pela Energisa, justamente explicando sobre como funciona o programa. Dos que têm direito, 121 mil pagam a conta de acordo com a tarifa menor.

Para a faixa de consumo até 30 kWh/mês, o desconto é de 65%. Já para a faixa de consumo de 31 a 100 kWh/mês, este desconto será de 40%. A faixa de consumo de 101 a 220 kWh/mês terá o desconto de 10%. O consumo, superior a 220 kWh não incidirá desconto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions