ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Economia

Com fechamento do comércio, queda na arrecadação diária atinge 85% na Capital

Na avaliação do secretário de finanças, "abril será um mês magro"

Clayton Neves | 01/04/2021 10:21
Secretário municipal de finanças, Pedro Pedrossian Neto. (Foto: Clayton Neves )
Secretário municipal de finanças, Pedro Pedrossian Neto. (Foto: Clayton Neves )

Nas últimas duas semanas, com implantação de medidas restritivas que fechou parte do comércio, a arrecadação diária da Prefeitura de Campo Grande teve queda de quase 85%. “Caiu drasticamente”, revela o secretário municipal de finanças, Pedro Pedrossian Neto.

Apesar disso, o mês de março conseguiu fechar com certo equilíbrio financeiro, já que a maior parte do IPTU e ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) foi recebida pelo Município antes do fechamentos das lojas

Prestes a fechar relatório trimestral das contas da Prefeitura e ainda sem citar valores, Pedrossian afirma que, agora, a preocupação é com o que está por vir. “Esse vai ser um abril magro”, projeta.

Segundo o secretário, será a partir de abril que o Município sentirá o impacto financeiro da interrupção da atividade comercial, e da suspensão por até 60 dias do  pagamento do IPTU e do ISS.

“É um período atípico. Vamos aguardar o resultado dessa semana de fechamento e teremos que ir vivendo com o que tem”, afirma Pedrossian.

Até o próximo dia 4, como maneira de conter o avanço da covid-19, apenas serviços essenciais podem funcionar normalmente em Campo Grande. Para os outros setores, está autorizado apenas o atendimento por delivery.

Nos siga no Google Notícias