A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018

03/10/2018 06:27

Com preço sem controle, compra de remédio manipulado só com pesquisa

Pesquisa da reportagem encontrou o mesmo medicamento custando o dobro de uma farmácia para outra

Danielle Valentim
Um dos principais fatores para a oscilação de preços nas produções, é a matéria-prima, muitas vezes importada e sujeita às variações cambiais (Foto: Reprodução/Internet)Um dos principais fatores para a oscilação de preços nas produções, é a matéria-prima, muitas vezes importada e sujeita às variações cambiais (Foto: Reprodução/Internet)

Uma das vantagens do medicamento manipulado é a “personalização” de acordo com a necessidade de cada paciente. No entanto, a opção de produção individualizada é ampla e não possui um controle de preço, já que diversos fatores influenciam no valor. É nesta hora, que quem opta por “mandar” fazer seu medicamento deve pesquisar e tomar cuidados extras para não gastar o triplo do que estava previsto.

Um dos principais fatores para a oscilação de preços nas produções, conforme a Anfarmag (Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais), é a matéria-prima, muitas vezes importada e sujeita às variações cambiais. Mas até a localização da farmácia pode interferir.

O diretor executivo da Anfarmag, o farmacêutico Marco Fiaschetti explica que por se tratar de formulações preparadas sob medida, não há uma tabela de valores mínimos ou máximos e, nesta hora, a pesquisa é a melhor saída.

"É natural haver diferença de preço entre produtos manipulados, uma vez que são muitos os fatores que afetam a precificação nesse segmento, desde a localização do estabelecimento e os custos operacionais da empresa até seu posicionamento frente ao mercado", explica.

A individualidade das produções também faz com que os fármacos sejam entregues na forma mais adequada para cada situação (pomada, creme, comprimido, xarope, gotas, etc.). Portanto, existe uma gama enorme de produtos possíveis e suas variações.

Garantia no mais barato? A legislação para o setor de farmácias de manipulação estabelece mais de 1.000 itens, que garantem o rigor sanitário e a qualidade do produto entregue à população. Na dúvida, o consumidor deve realizar cotações com diferentes farmácias para entender qual é a média do preço adequado para o produto em questão.}

O superintendente do Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) Nikolas Pellat ressalta que qualquer compra deve haver pesquisa. Porém, nos casos nos fármacos, a primeira orientação é quanto ao local de compra.

“O consumidor deve pesquisar, pois os medicamentos podem sair mais baratos. Mas sempre evitar a compra pela Internet. Nas compras pelas mídias e sites pode haver diferenças nos preços, que se encaixam em cobranças abusivas. Então, o melhor a fazer é se dirigir até o espaço físico, pesquisar preços e até como é feito esse medicamento”, orienta o superintendente.

A reportagem do Campo Grande News orçou alguns medicamentos e chegou a variação de até de 103%, ou seja, determinados manipulados saem pelo dobro do preço.

Enquanto em uma farmácia, a fórmula manipulada de 50 cápsulas de Betacaroteno 5 mg sai por R$ 60, em outra R$ 122,50. Já a fórmula de 60 ml de Vitamina D3 saía por R$ 39 na primeira empresa e R$ 66,50, na segunda.

Em outra lista, desta vez com seis medicaçõs a variação foi de 78%, já que uma delas o total foi de R$ 420 e em outra R$ 753.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions