A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/07/2012 11:01

Com uma semana de frio, quem comemora são as lojas em liquidação

Mariana Lopes

No centro de Campo Grande, o que mais se vê são vitrines estampadas com promoções e descontos. Lojas de roupas e calçados aproveitam para desovar a coleção de inverno.

Rosa Maria, gerente de loja, diz que qualquer peça é vendida a R$ 70, inclusive as de inverno (Foto: Minamar Júnior)Rosa Maria, gerente de loja, diz que qualquer peça é vendida a R$ 70, inclusive as de inverno (Foto: Minamar Júnior)

Com o frio que chegou tímido em Campo Grande na quinta-feira passada e perdura há uma semana, mas agora com as temperaturas mais baixas, quem comemora são as lojas de roupas e calçados, que estão aproveitando para liquidar a coleção de inverno.

Pelo centro da Capital, o que mais se vê são vitrines estampadas com promoções e descontos. “A gente acredita que depois dessa semana não vem mais frio, agosto está aí, começa a esquentar de novo”, diz Vera Faria, gerente da Jet Line, que está com todas as roupas de inverno da loja com 50% de desconto.

Os preços dos casacos e blusas de mangas compridas baixaram na última segunda-feira (16), e de lá para cá, segundo a gerente da loja, as vendas das roupas de frio aumentaram cerca de 30%.

Na Via Quatorze, a liquidação das peças de inverno chegou antes mesmo do frio, há duas semanas. Segundo a gerente da loja, Marcilene Silva de Oliveira, o que saiu mais até agora foram as jaquetas de couro, que ganharam até 30% de desconto e as vendas chegaram a aumentar 60% em relação às semanas anteriores, quando ainda estava calor.

Com descontos de 50% nas peças de inverno, vendas cresceram 50% em loja.Com descontos de 50% nas peças de inverno, vendas cresceram 50% em loja.
Na Via Quatorze, as jaquetas de couro são as mais vendidas (Foto: Minamar Júnior)Na Via Quatorze, as jaquetas de couro são as mais vendidas (Foto: Minamar Júnior)

Com a promoção estampada na vitrine para atrair a clientela, na Uzze Feminine o preço máximo é R$ 70, inclusive nas peças de inverno. “As vendas aumentaram 80%, o que saiu mais foram os casacos e os sobretudos”, afirma Rosa Maria de Souza, gerente da loja.

Para ela, o aumento nas vendas vem atrelado ao inverno geralmente de temperaturas altas em Campo Grande. “As pessoas não estavam apostando que o frio viesse para ficar, normalmente não ele não dura uma semana, mas agora veio para valer e parece que vai ficar um bom tempo ainda”, observa Rosa Maria.

Na entrada do Feirão de Calçados, botas a R$ 49,99 chamam a atenção dos consumidores (Foto: Minamar Júnior)Na entrada do Feirão de Calçados, botas a R$ 49,99 chamam a atenção dos consumidores (Foto: Minamar Júnior)

Apostando que o frio realmente vá durar um pouco mais desta vez, o Feirão de Calçados também aproveitou para liquidar as botas e abrir espaço para a nova coleção Primavera/Verão.

Com algumas botas de cano longo e sem salto a R$ 50, desde segunda-feira (16), as vendas aumentaram 20%. “Quando tem placas de promoção, as pessoas entram direcionadas a verem o produto anunciado”, afirma o gerente da loja, André Luiz Sandim.

No Feirão de Calçados, segundo o gerente, a procura maior é por sapatilhas e botas. “As pessoas procuram por sapatos almofadados e mais quentes. O frio veio para valar agora”, conta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions