ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 24º

Economia

Com variação de 24%, gás de cozinha pode custar até R$ 130

A pesquisa aconteceu nos dias 23 e 24 de agosto em 25 estabelecimentos

Adriano Fernandes | 26/08/2022 23:57
Botijões em revenda de gás de cozinha na Capital. (Foto: Procon)
Botijões em revenda de gás de cozinha na Capital. (Foto: Procon)

Pesquisa do Procon Municipal em 25 estabelecimentos, apontou variação de 24% no preço do gás de cozinha, em Campo Grande, sendo que o menor preço encontrado foi de R$ 105, e o maior R$130.  A pesquisa aconteceu nos dias 23 e 24 de agosto.

O órgão ainda fez comparação da evolução dos valores de julho e agosto, referente ao menor, maior e média dos preços. Em agosto, o menor preço se manteve igual ao comparado com julho, sendo R$ 105. No mesmo período, o maior valor registrado foi de R$ 135. Já neste mês, o produto está sendo comercializado por R$ 130, uma redução de 3,70%.

Em relação à média de preço, a evolução na variação foi de 0,61%. Na pesquisa de julho estava em R$ 115,59 e na pesquisa atual, o valor médio ficou em R$ 114,88. O Procon Municipal vem realizando o acompanhamento dos preços do gás de cozinha na capital, principalmente após o anúncio da Petrobras, em abril, sobre a redução de 5,6% no preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

“Para economizar tanto no preço do gás de cozinha quanto no produto em si, negocie com o revendedor para conseguir um desconto à vista e na taxa de serviço de entrega, dependendo da forma de pagamento pode haver variação e sempre exija a nota fiscal de compra, que é uma garantia que o botijão e o estabelecimento está regulado pela ANP”, orientou o subsecretário do Procon Municipal, Cleiton Thiago Almeida.


Nos siga no Google Notícias