A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

07/06/2017 14:47

Discussão salarial causa impasse quanto à abertura de supermercados nos feriados

Nesta tarde, trabalhadores e empresários tratam sobre o assunto no TRT

Osvaldo Júnior
Abertura de lojas no comércio será facultativa (Foto: Arquivo)Abertura de lojas no comércio será facultativa (Foto: Arquivo)

O funcionamento dos supermercados de Campo Grande nos feriados de Santo Antônio (dia 13) e Corpus Christi (15) ainda não está definido, devido ao impasse quanto ao reajuste salarial dos trabalhadores do segmento.

O aumento de salário deveria ser acordado em convenção coletiva, realizada em abril. Nesta convenção, também foram previstos os feriados facultativos. No entanto, como não houve acordo quanto ao reajuste de salário, outros pontos – como os de abertura em feriados – também ficam indefinidos.

A categoria reivindica 5% de aumento e as empresas querem conceder 2,25%, segundo informou Nelson Benitez, vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio. “Com 5% não vamos ter ganho real. Estamos apenas repondo a inflação”, afirmou.

Como não aceitaram a proposta dos empresários, os trabalhadores entraram com pedido de dissídio na Justiça na tentativa de ao menos repor as perdas inflacionárias no acumulado de 12 meses.

Na tarde desta quarta-feira (dia 7), representantes dos trabalhadores e do setor supermercadista se reúnem no TRT/MS (Tribunal Regional do Trabalho) na tentativa de chegarem a acordo. Depende do resultado desse encontro, além da questão salarial, o funcionamento (sem necessidade de liminar) dos supermercados nos feriados da semana que vem.

Comércio – Quanto ao comércio em geral (excetuando-se os supermercados), a abertura nos feriados da próxima semana será facultativa. Nelson Benitez lembrou que as empresas que pretendem funcionar devem comunicar o sindicato até dois dias antes.

Também disse que as empresas, conforme decidido em convenção, devem pagar adicional de 7% do valor do piso das categorias (R$ 1.091 no caso do comércio varejista e R$ 990 em se tratando de supermercados) já no fim do expediente. Além disso, a empresa terá de conceder uma folga ao trabalhador no período de até 15 dias.

O comércio funcionará com horários diferentes dos dias úteis, conforme informou a Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul). “ Com exceção dos estabelecimentos localizados nos shoppings, o funcionamento será das 09h às 18h, com intervalo mínimo intrajornada de uma hora”, disse a assessoria da entidade.

Neste ano, também serão facultativos no comércio de Campo Grande os seguintes feriados: 26 de agosto (aniversário de Campo Grande), 07 de setembro (Independência), 11 de outubro (Divisão do Estado), 12 de outubro (Nossa Senhora Aparecida) e 15 de novembro (Proclamação da República)




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions