A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

24/12/2017 11:50

Em busca de preço baixo, consumidores saem às ruas mesmo com tempo chuvoso

Muitas pessoas estão em busca de comprar o presente de última hora e aproveitando o tempo livre para passear

Liniker Ribeiro e Anahi Gurgel
A movimentação na região central de cidade. (Foto: Paulo Francis)A movimentação na região central de cidade. (Foto: Paulo Francis)

Mesmo com tempo de chuva, muita gente saiu de casa, na manhã deste domingo (24), para aproveitar as últimas horas antes do Natal e andar pelo comércio na região central de Campo Grande. Pessoas passeando, procurando pelos presentes de última hora e, claro, por descontos.

O cenário diferente do normal, para uma manhã de domingo, afetou inclusive as vagas de estacionamento disponíveis na região. Mesmo assim, com guarda-chuva na mão, o que mais se viu foi gente aproveitando o tempo livre para ir em busca de preço baixo.
"Resolvi tanto fazer compras para minha esposa e filha, quanto passear. Hoje é o único dia que eu consegui fazer isso, por conta do trabalho, então o jeito é aproveitar", afirmou o enfermeiro Greison de Souza Espósito, de 36 anos.

Greison é o exemplo de pessoa que andou muito até encontrar o menor preço. "Achei preços em conta e dentro do orçamento que eu estava prevendo gastar, deu para comprar roupas e perfumes", concluiu.

Até mesmo quem costuma apenas passear pela região central, não resistiu ao preço mais em conta. É o caso da dona de casa, de 55 anos, que pediu para não se identificar, que mesmo com o guarda-chuva na mão, preparada para qualquer mudança no tempo, aproveitou para comprar presentes para as sobrinhas. "Eu venho buscar jornal toda manhã de domingo e hoje eu acabei passando por uma loja e encontrando umas tiaras para crianças e comprando", ralatou.

Mesmo com o movimento um pouco maior, ainda tem lojista torcendo para que dentro das lojas o faturamento também tenha aumento. "A gerencia não estava com uma expectativa muito boa de vendas e de fato a movimentação está bem devagar na loja, as pessoas estão concisas este ano, nem todo mundo está disposto a gastar", revelou o vendedor de uma loja de ótica e relógios, Ronaldo Damião Barbosa, 40.

CDL - A expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande é que haja um aumento de aproximadamente 5% nas vendas, este ano. O número só não será maior, porque muita gente antecipou a compra dos presentes, de acordo com o presidente, Hermas Renan Rodrigues.

"As pessoas anteciparam as compras de Natal na Black Friday", argumentou Hermas, relembrando os descontos de até 90% oferecidos pelos comerciantes, na época. Ainda de acordo com a CDL, 120 mil pessoas, em média, passam atualmente pelo comércio na região central.

Telefonia fixa mantém redução de linhas em setembro, diz Anatel
O Brasil registrou pouco mais de 38,70 milhões de linhas fixas em operação no mês de setembro, o que representa menos 346.171 unidades em relação ao ...
Dólar cai 1,28% e fecha véspera de feriado cotado a R$ 3,78
O dólar comercial encerrou a quarta-feira (14) desvalorizada em 1,28%, cotado a R$ 3,782 para venda. Foi à primeira baixa após duas altas seguidas e ...
Aprovada MP que cria o Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário
A Medida Provisória (MP) 845/18 que cria o Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário (FNDF) foi aprovada hoje (14) na comissão mista que analisav...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions