A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/11/2015 16:13

Em época de “vacas magras”, comércio deve faturar 20% menos no Natal de 2015

Helio de Freitas, de Dourados
Comércio de Dourados espera faturamento de R$ 9,3 milhões, segundo pesquisa da Fecomércio (Foto: Eliel Oliveira)Comércio de Dourados espera faturamento de R$ 9,3 milhões, segundo pesquisa da Fecomércio (Foto: Eliel Oliveira)

O comércio de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, espera vendas mais fracas no Natal de 2015. Pesquisa da Fecomércio (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul), divulgada nesta segunda-feira (16), mostra que as compras natalinas devem movimentar R$ 9,3 milhões – valor 20% inferior aos R$ 11,7 milhões esperados no ano passado e 45% menor que os R$ 17,1 milhões de 2013.

A pesquisa aponta ainda que devem circular no mercado varejista da cidade R$ 117,9 milhões do salário de novembro, pago no início de dezembro, mais R$ 67,3 milhões do saldo do 13º salário de empregados formais, sem considerar parcelas dos aposentados, pensionistas, segurados e empregadas domésticas.

Já o presente de Natal terá valor médio de R$ 125. Dos consumidores entrevistados, 76% disseram que irão às compras. Desses, 49% poderão comprar até dois presentes e 23% até três.

Vão receber presentes os pais (7%), as mães (15%), os filhos (16%) e os esposos (as) e namorados (as) (22%). Grande parte dos presentes deste Natal será roupas (26%), brinquedos (16%), acessórios (10%), calçados (9%) e perfumaria (3%).

À vista e no cartão – Conforme a pesquisa da Fecomércio, 70% dos entrevistados vão fazer as compras à vista com dinheiro, cartão de débito ou cheque, 9% à vista com cartão de crédito, 4% a prazo com cartão de crédito e 17% a prazo através de formas oferecidas pelos lojistas. Dos que vão comprar a prazo, 56% vão dividir em até três parcelas e 28% em até quatro parcelas.

Última hora – A pesquisa mostrou também que as compras deverão ser feitas muito próximas ao Natal, pois 53% dos consumidores vão comprar os presentes a menos de 10 dias antes da festa natalina. Outros 35% pretendem comprar com antecedência maior que dez dias do Natal e 7% na véspera.

As lojas do centro são as escolhidas por 65% dos consumidores, 2% nas lojas dos bairros, 4% nas lojas da internet e 29% escolherão as lojas do shopping.

Dívidas e poupança – Da população economicamente ativa que receberá a parcela do 13º salário em 2015, 31% deverão utilizar parte para pagar contas em atraso (cheque especial e cartão de crédito, principalmente), 19% prometem aplicar na caderneta de poupança, 23% vão fazer compras de Natal e 6% vão reservar o dinheiro para despesas do início do ano.

Confiança dos empresários cai 2% e 65% veem piora na economia nacional
A confiança do empresário de Campo Grande continua a cair de acordo com cálculo do ICEC (Índice de Confiança do Empresário do Comércio), da CNC (Conf...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions