A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/03/2013 09:06

Empresa deve investir R$11,5 bi para exploração de jazida em Corumbá

Francisco Júnior

Após uma análise ter estimado um volume 10 vezes maior de recursos minerais no empreendimento do que inicialmente previsto, a Vetria Mineração prevê investimentos de 11,5 bilhões em projetos de sua jazida de minério de ferro em Corumbá.

A companhia, criada em parceria pelas empresas de logística ALL e Triunfo e pela Vetorial Mineração, informou que a jazida possui cerca de 10 bilhões de toneladas de recursos minerais inferidos, comparados com a estimativa inicial de 1 bilhão de toneladas informada no fim de 2011, segundo avaliação feita pela consultoria Coffey Mining.

Dessa forma, a Vetria alterou seu projeto inicial de 20 milhões para 27,5 milhões de toneladas anuais de minério de ferro, o que elevará os investimentos necessários para criação da solução integrada mina, ferrovia e porto em mais de 50 por cento.

"Este investimento equivale a aproximadamente 215 dólares por tonelada anual de minério de ferro, em linha com as projeções iniciais", de acordo com fato relevante conjunto de ALL, Triunfo e Vetorial.

Os investimentos inicialmente estimados para esses projetos era de 7,6 bilhões de reais, segundo documento de 2011.
O teor médio de ferro estimado na jazida é de 46 por cento.

A Vetria foi criada para atuar na exploração, beneficiamento, transporte, comercialização e exportação de minério de ferro, através de investimentos em ampliação de capacidade da mina, infraestrutura para transporte rodante e construção de porto privado em Santos.

A ALL detém mais de 50 por cento da Vetria, seguida por Triunfo, com mais de 15 por cento, e acionistas da Vetorial, com mais de 33 por cento. (As informações são do site Estadão)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions