ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 22º

Economia

Governo anuncia 5º reajuste da gasolina do ano

Com o novo aumento, a gasolina sobe 4,8%, e fica R$ 0,12 mais cara por litro nas refinarias

Por Ângela Kempfer | 01/03/2021 09:47
Carros em bomba para abastecimento em posto de combustível em Campo Grande. (Foto> Marcos Malus)
Carros em bomba para abastecimento em posto de combustível em Campo Grande. (Foto> Marcos Malus)

O brasileiro começa a semana com mais um aumento anunciado no preço médio dos combustíveis vendidos às distribuidoras. É o quinto reajuste da gasolina, diesel e gás do botijão somente nos primeiros 60 dias de 2021.

Segundo a Petrobras, a partir de amanhã (2), a gasolina sobe 4,8%, fica R$ 0,12 mais cara por litro. Com isso, o combustível será vendido às distribuidoras por R$ 2,60 o litro.Campo Grande News - Conteúdo de VerdadeCampo Grande News - Conteúdo de Verdade O diesel sobe ainda mais, 5%, e aumenta 0,13 o litro.

O gás de cozinha será o recordista nessa leva de reajustes, ficará 5,2% mais caro também a partir de terça. O preço para as distribuidoras será de R$ 3,05 por quilo (R$ 0,15 mais caro), ou seja R$ 36,69 por 13 kg (ou R$ 1,90 mais caro).

Com o novo anúncio, a gasolina acumula alta 41,6% este ano e o diesel de 33,9%.

Na semana passada, após quatro reajustes nas refinarias apenas neste ano e o preço da gasolina disparar, o governo de Mato Grosso do Sul resolveu intervir para amenizar o impacto das constantes altas no valor final ao consumidor. O Estado decidiu congelar por 15 dias a pauta fiscal da gasolina, que é o preço médio que serve de referência para a cobrança de ICMS.

Com o novo reajuste da Petrobras, aso fosse aplicada a revisão da alíquota, isso resultaria em um aumento de ICMS e valor subiria de R$ 5,35 em média para R$ 5,50. Mas com o congelamento esse acréscimo não deve ser repassado às bombas, mantendo os valores atuais

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário