ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 26º

Economia

Hortifrutis têm diferença de até 780% nos preços em Campo Grande

Levantamento foi realizado em 20 locais, entre os dias 5 e 12 deste mês (3)

Por Aletheya Alves | 17/03/2021 15:00
Pesquisa sobre hortifruti realizada pelo Procon foi realizada em 20 locais. (Foto: Divulgação/Procon-MS)
Pesquisa sobre hortifruti realizada pelo Procon foi realizada em 20 locais. (Foto: Divulgação/Procon-MS)

Diferença em preço no hortifruti chega a 780% entre locais diferentes de Campo Grande, de acordo com pesquisa do Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor). O levantamento foi realizado em 20 locais, entre os dias 5 e 12 deste mês (3).

Conforme divulgado pelo Procon, de 92 itens catalogados, 73 apresentaram diferença superior a 100%. Conseguindo o pódio de maior variação, o quilo do jiló foi encontrado por R$ 2,60 na avenida Gunter Hans, enquanto na avenida Bom Pastor foi encontrado por R$ 22,90. A variação bateu os 780,77%.

Logo depois, o preço do abacaxi Havai também gera susto no bolso. Em um hortifruti o valor é R$ 2,50, enquanto em supermercado o valor vai para R$ 14,99 - gerando diferença de 499,60%.

Também com variação em destaque, a bandeja de uva Niágara foi encontrada por R$ 5,95 na Vila Olinda e por R$ 7,99 no Monte Castelo. Além das comparações, o estudo também verificou comparativo dos produtos em relação a 2020.

Nesse sentido, o Procon verificou aumento de 137,94% para o quilo da ameixa importada. Os dados completos sobre a variação de preços pode ser conferido aqui e a comparação clicando neste link.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário