ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  02    CAMPO GRANDE 22º

Economia

Intenção de consumo do campo-grandense sobe após três quedas seguidas

Por Gabriel Neris | 23/02/2021 09:17
Pesquisa trouxe dados otimistas do comportamento do consumidor no comércio em meio à pandemia. (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Pesquisa trouxe dados otimistas do comportamento do consumidor no comércio em meio à pandemia. (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

A ICF (Intenção de Consumo das Famílias) apresentou resultado positivo em janeiro em Campo Grande. Foi o primeiro índice favorável após três quedas consecutivas.

De acordo com a pesquisa da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), em dezembro o índice era de 75,7 pontos, enquanto em janeiro deste ano foi de 82,8 pontos, crescimento de 4,9%.

O estudo aponta que os sete índices analisados apresentaram números positivos. As maiores variações foram em relação à renda atual, com 9,4%. Nível de consumo atingiu 6,8% e emprego atual 5,6%.

“É um dado animador, visto que o mês de janeiro é um período de mais retração, por conta das dívidas de início do ano. Apesar de ainda estar na chamada zona negativa, ou seja, abaixo de 100 pontos, já apresenta uma leve recuperação”, destaque a economista Daniela Dias.

As famílias apontaram que a sensação é de mais segurança em relação ao emprego, índice de 34,8%. A perspectiva profissional é positiva para 51,7%. O nível de consumo ficou abaixo em relação a janeiro do ano passado para 56%.

“Outro dado importante é que o índice de famílias endividadas foi o menor desde abril do ano passado e está abaixo do patamar de janeiro de 2020, e são pesquisas que se complementam, revelando que o consumidor está menos endividado e com intenção de consumir. Vale destacar que o início da vacinação pode ter contribuído para a melhora desses indicadores”, completa a profissional.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário