A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

04/06/2012 12:15

Laticínio instalado em Terenos teve isenção fiscal de 88%

Fabiano Arruda
Durante evento de lançamento do programa Leite Forte, Governador André Puccinelli cobra que incentivos fiscais sejam mantidos. (Foto: Divulgação)Durante evento de lançamento do programa Leite Forte, Governador André Puccinelli cobra que incentivos fiscais sejam mantidos. (Foto: Divulgação)

O laticínio do grupo BR Foods, instalado em Terenos, após comprar, no ano passado, o laticínio Heloísa, por cerca de R$ 122 milhões, teve isenção fiscal de 88%, declarou nesta manhã, durante lançamento do programa Leite Forte, o governador André Puccinelli (PMDB). A empresa, direcionada à fabricação de queijos, produz, atualmente, 240 mil litros de leite ao dia, mas pode chegar a 1 milhão.

Puccinelli mencionou os números para destacar a “força tarefa” desencadeada pelo Governo do Estado para alavancar a produção leiteira em Mato Grosso do Sul.

“Inflação se combate com produção. Quanto mais produzirmos, mais o preço cairá”, afirmou, revelando que o Estado articula para passar a produzir também leite em pó.

O governador explicou ainda que, via de regra, os incentivos fiscais para novas indústrias giram em torno de 67% de isenção, mas, diante da inexistência do produto, os índices podem subir, como no caso do laticínio.

Em contrapartida, André afirma que exigiu a empresa que não “sacaneie” o produtor em relação à prática de preços.

Ao destacar a importância das medidas tributárias, o governador lembrou que esteve há duas semanas em Brasília (DF), em agenda no Congresso Nacional, para pedir a mediação política em relação a súmula vinculante do STF (Supremo Tribunal Federal), que defende a extinção do benefício do incentivo fiscal aos estados.

“Se isto valesse, de imediato, poderia ‘fechar’ o Centro Oeste, Norte, Nordeste e algumas regiões do Sul e Sudeste”, criticou.

Petrobras reduz preço da gasolina pelo terceiro dia consecutivo
A Petrobras anunciou hoje (24) a terceira redução consecutiva do preço da gasolina. A partir de amanhã, o litro do combustível passará a custar R$ 2,...
Aumenta venda de passagens aéreas no Brasil
As vendas de passagens aéreas no Brasil cresceu 27% comparado a janeiro à março de 2017, segundo pesquisas. O cenário é reflexo não são só das ações ...


Que maravilha isenção de impostos para grandes empresas. Será que os Laticinios de pequeno porte tambem terão esses incentivos,ou perderão de vez seu poder de competividade.Em breve o setor lacteo estará monopolizado tanto quanto o da carne, mas a regra de mercado sempre foi os grandes devorando os pequenos , esta é a lei da selva, salve-se quem puder.
 
porfirio vilela em 04/06/2012 04:32:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions