A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

08/08/2017 12:38

Leilão de energia pode destravar R$ 7 bilhões de investimentos em MS

Projeto prevê R$ 7,5 bilhões na construção de 20 usinas solares fotovoltaicas

Gabriel Maymone
Usina de geração de energia solar fotovoltaica da Solatio na Espanha (Foto: Divulgação)Usina de geração de energia solar fotovoltaica da Solatio na Espanha (Foto: Divulgação)

O 2º Leilão de Energia de Reserva do governo federal, que será realizado em dezembro, pode destravar investimentos de R$ 7,5 bilhões para construção de 20 usinas solares fotovoltaicas em Mato Grosso do Sul.

A empresa espanhola Solatio Energia Project Management já está cadastrada na EPE (Empresa de Pesquisa Energética) pára participar do certame. A viabilização dos investimentos, porém, depende do desempenho da empresa no leilão. Para isso, é necessário que os valores ofertados estejam dentro do preço de mercado.

Caso o projeto para construção de usinas solares fotovoltaicas em MS avance, a empresa deverá entregar a energia a partir de 1º de janeiro de 2021.

Conforme o projeto, das 20 usinas, 13 são em Cassilândia e possuem capacidade de geração de 800 MW e sete em Paranaíba, com potencial de gerar outros 400 MW. A previsão é de que sejam gerados 1,5 mil empregos na etapa de implantação e 450 na fase de operação.

Adiado - O leilão estava previsto inicialmente para ser realizado no final do ano passado, mas foi cancelado na véspera. Depois ficou marcado para o dia 29 de julho deste ano e acabou adiado para dezembro.

Conforme a portaria publicada ontem pelo Ministério de Minas e Energia, a realização dos dois leilões depende da declaração de necessidade de compra pelas distribuidoras.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions