A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

09/09/2019 13:03

MS tem mais 2 frigoríficos autorizados a vender carne bovina para a China

Nova lista, informada pelo país asiático nesta segunda, tem 24 empresas brasileiras

Marta Ferreira
Frigorífico em Iguatemi, que agora também é autorizado a exportar carne para a China. (Foto: Divulgação)Frigorífico em Iguatemi, que agora também é autorizado a exportar carne para a China. (Foto: Divulgação)

De um total de 25 plantas frigoríficas brasileiras que agora estão habilitadas a vender carnes para a China, duas estão em Mato Grosso do Sul. Um é o Agroindustrial Iguatemi, que leva o nome do município da região sul, a 466 quilômetros de Campo Grande, e o outro é o Naturafrig, de Rochedo, cidade vizinha à Capital, a 74 quilômetros de distância.

A autorização foi oficializada em comunicado da GACC (órgão de sanidade chinês) enviado nesta segunda-feira (9) ao Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). O número de plantas habilitadas passa de 64 para 89.

Dos novos estabelecimentos habilitados, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um de suíno e um de asinino. As empresas de Mato Grosso do Sul produzem carne bovina. Elas já podem exportar imediatamente.

O Ministério da Agricultura diz que as negociações para ampliar o número de plantas habilitadas foram conduzidas em parceria com o Ministério das Relações Exteriores e pela Embaixada do Brasil na China.

Em maio, a ministra Tereza Cristina (DEM/MS) e comitiva viajaram para China e outros países asiáticos com o objetivo de ampliarem a venda dos produtos agropecuários brasileiros. A China é o principal parceiro comercial sul-mato-grossense.

Dos novos estabelecimentos habilitados, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um de suíno e um de asinino. As empresas de Mato Grosso do Sul produzem carne bovina. Elas já podem exportar imediatamente.

O Ministério da Agricultura diz que as negociações para ampliar o número de plantas habilitadas foram conduzidas em parceria com o Ministério das Relações Exteriores e pela Embaixada do Brasil na China.

Em maio, a ministra Tereza Cristina (DEM/MS) e comitiva viajaram para China e outros países asiáticos com o objetivo de ampliarem a venda dos produtos agropecuários brasileiros. A China é o principal parceiro comercial sul-mato-grossense.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions