A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/07/2017 14:35

MS termina 1º semestre com maior número negócios fechados em 12 anos

Os dados indicam que foram extintas 1.425 empresas, o maior volume desde 2005

Osvaldo Júnior
Loja fechada em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Loja fechada em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)

Mato Grosso do Sul terminou o primeiro semestre com volume recorde de fechamento de empresas. Conforme dados da Jucems (Junta Comercial), foram extintas, de janeiro a junho, 1.425 negócios, o maior número da série histórica, iniciada em 2005.
O levantamento mostra que apenas três anos acumularam, no primeiro semestre, quantidade de empresas extintas superior ao patamar de mil: de janeiro a junho de 2011 (1.032), de 2016 (1.386) e de 2017 (1.425). Em outros anos, o volume, no mesmo comparativo, chegou a ser inferior a 500 unidades fechadas – é o caso de 2005 (448) e de 2006 (475).
Considerando apenas junho (234), os dados mostram retração de 13,9%, em fechamento de empresas frente a igual mês de 2016 (272). O número de junho também está ligeiramente abaixo ao de maio deste ano (236). No entanto, o volume segue, historicamente, alto: a quantidade de negócios extintos no mês passado é o segundo maior para o período em toda a série histórica da Jucems.

Abertura – No primeiro semestre deste ano, foram constituídas 3.079 empresas em Mato Grosso do Sul. O número representa avanço sobre o acumulado de janeiro a junho de 2016 (2.909).
Entretanto, a quantidade de constituição de empresas em 2017 é a segunda menor dos últimos dez anos (comparativo do primeiro semestre), só superando o volume do ano passado.
Durante junho, foram abertos 547 negócios, número superior a de igual mês do ano passado (510), mas inferior ao de maio de 2017 (561) – as variações respectivas são de 7,25% e de -2,49%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions