A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017

15/12/2014 19:14

Para ampliar exportações, representantes do Estado visitam portos peruanos

Liana Feitosa
Terminal portuário de Ilo foi um dos locais visitados por representantes de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)Terminal portuário de Ilo foi um dos locais visitados por representantes de Mato Grosso do Sul. (Foto: Divulgação)

Para encontrar portos viáveis ao escoamento da produção de produtos brasileiros, representantes do Setlog/MS (Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística do Estado de Mato Grosso do Sul) e da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) visitaram o Porto de Matarani e o Terminal Portuário de Ilo, ambos no Peru.

A visita fez parte de uma viagem do projeto RILA (Rota Integração Latino Americana), que busca conhecer portos por onde é possível escoar a produção do setor agrícola brasileiro, além de possibilitar o aumento das exportações de diversos produtos, e não apenas de grãos.

Transporte - Para o Setlog, a produção agropecuária possui desafios, no Brasil, em relação ao transporte. "Com a possibilidade de escoar a produção pelo oceano pacífico, haverá uma redução de cerca de sete mil quilômetros de rota marítima, com relação ao percurso feito pelo oceano atlântico", apresenta o texto do projeto.

No Peru, os brasileiros foram recebidos pelo gerente geral Jorge Pacora Fuentes, do Ceticos Ilo (Centro de Exportação, Transformação, Indústria e Comercialização e Serviços), que os apresentou o porto, cujo cais atracadouro possui uma infraestrutura de 302 metros de comprimento e 27 de largura.

Segundo Fuentes, o cais tem capacidade para receber cargas como fracionário, a granel, containers, rolante e minerais. “Entre as principais exportações que passam pelo terminal portuário de Ilo estão a farinha de peixe, cobre, minério de ferro, produtos agrícolas (pimentão, peixe e orégano) e produtos congelados (peixe, polvo e lula). E importamos trigo a granel, nitrato de amônio, mercadorias em geral, máquinas, equipamentos e veículos”, explica.

O porto de Matarani também foi visitado. O cais marginal possui 583 metros de longitude com um encaixe de 32 pés o que permite a atenção de naves de grandes dimensões, podendo atender simultaneamente até 3 naves.

Além disso, o terminal portuário de Maratani possui infraestrutura com área de operações e equipamentos adequados para manejar diferentes tipos de carga: mercadoria geral, granéis sólidos, líquidos, carga rolante, com recipiente e refrigerada e volumes de carregamento consideráveis.

Anatel debate TAC da Oi em reunião extraordinária na segunda-feira
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vai se reunir na segunda-feira (23) para deliberar a respeito dos termos de Ajustamento de Conduta (T...
Mega-Sena deste sábado pode pagar prêmio de R$ 11,5 milhões
A Mega-Sena pode pagar hoje (21) R$ 11,5 milhões, prêmio do sorteio número 1.980, que será realizado às 20h (horário de Brasília). As apostas podem s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions