A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/12/2012 09:41

Por R$ 1,00, venda de grupo da Enersul é anunciada ao mercado

Aline dos Santos
Empresa está sob intervenção desde agosto. (Foto: Simão Nogueira)Empresa está sob intervenção desde agosto. (Foto: Simão Nogueira)

A Enersul foi vendida para a Equatorial Energia e a CPFL. O compromisso com o Grupo Rede Energia, dono da distribuidora de energia elétrica que atua em 73 dos 78 municípios de Mato Grosso do Sul, foi divulgado ontem em comunicado ao mercado.

De acordo com o fato relevante, a aquisição de todas as distribuidoras do Grupo Rede será realizada por R$ 1. O compromisso foi celebrado com o controlador do grupo, Jorge Queiroz de Moraes Júnior.

A Equatorial e a CPFL se comprometem a realizar os investimentos para recuperação operacional e financeira das sociedades do Grupo Rede, incluindo as concessionárias de distribuição de energia elétrica que estão sob intervenção da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Ao todo, são oito distribuidoras, localizadas em Mato Grosso do Sul, Tocantins, Mato Grosso, Paraná e São Paulo.

A concretização da compra está condicionada à anuência prévia da Aneel, aprovação pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e por credores. O acordo entre os grupos começou a ser construído em outubro, quando foi anunciado que a CPFL e a Equatorial teriam exclusividade de compra até 31 de dezembro.

Em agosto, quando a Aneel determinou a intervenção, a situação mais preocupante era da Celpa (Centrais Elétricas do Pará), que acumulava dívidas de R$ 3 bilhões. Em setembro, a Celpa foi vendida por R$ 1 para a Equatorial Energia.

Quarto dono - A Enersul atende 73 municípios e 845,3 mil unidades consumidoras em Mato Grosso do Sul. O Grupo Rede assumiu o controle da Enersul em 2008. Na transação, a EDP (Energias do Brasil) recebeu cota majoritária de ações da hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães (localizada no Tocantins) e, em contrapartida, repassou as ações da Enersul para o Grupo Rede. O negócio foi orçado em R$ 700 milhões.


Até os anos 1990, a empresa era uma estatal. Ela foi privatizada e adquirida pela Escelsa. Em 2003, passou para o controle da EDP. A Enersul foi fundada em 1979.



Tem fazer limpa no quadro de lá tem muita tranqueira.
$1,00 foi caro pelo que eles fazem
 
CLELIO AUGUSTO em 21/12/2012 08:08:36
CADE O MP?
 
CRISTIANO PAIM GASPARETTI em 20/12/2012 23:49:26
Vamos ver se agora baixa o preço da Energia Elétrica no Mato Grosso do SUL, porque as pequisas nos diz que é a ENERGIA MAIS CARA DO BRASIL (MAS NEM TUDO ESTÁ PERDIDO.).. O POBRE AGORA TEM PODER DE COMPRA , PODE COMPRAR AR CONDICIONADOS SOFISTICADOS MODERNOS COM PREÇOS BEM ACESSIVEIS, SÓ TEM UM PEQUENO DETALHE !!!!!!! , NAO PODE LIGAR , NAO PODE USAR, PORQUE SE USAR NAO CONSEGUE PAGAR A CONTA DA ENERGIA ELÉTRICA ... E VIVA O MATO GROSSO DO SUL .E VIVA O BRASIL VARONIL RSS......... !!!!!
 
REGINALDO OLIVEIRA em 20/12/2012 13:17:46
Sou a favor do governo pegar de volta. Devolva ao povo o que é do povo! Chega de contas caríssimas. No final, se não fossem as leis ou programas que o próprio governo cria, como o "luz para todos", muita gente ainda estaria no escuro.
 
Maykon Duarte em 20/12/2012 11:52:15
E tudo começou com a privatização!!!!!
 
silvia Magalhães em 20/12/2012 10:57:38
..que vergonha, uma empresa toda sucateada sem nenhuma intervenção..e a agencia reguladora serve pra que ??? Pra nada.
 
Sergio Correa em 20/12/2012 10:08:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions