ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Economia

Postos ameaçam zerar abastecimento de viaturas e governo reage atualizando preço

Por Liniker Ribeiro e Marta Ferreira | 24/02/2021 19:44
Rede que possui contrato para abastecer veículos oficiais do governo comercializa o litro da gasolina a R$ 5,29 (Foto: Paulo Francis)
Rede que possui contrato para abastecer veículos oficiais do governo comercializa o litro da gasolina a R$ 5,29 (Foto: Paulo Francis)

Cinco dias depois de fornecedores suspenderem parcialmente o abastecimento de veículos oficiais de Mato Grosso do Sul, postos de combustíveis de Campo Grande ameaçavam zerar de vez o fornecimento ao Estado, a partir de amanhã (24). Porém, sinal verde por parte do governo pode fazer com que o serviço seja restabelecido, também nesta quinta-feira.

Segundo apurado pela reportagem, a ameaça de boicote seria retaliação ao fato do litro da gasolina ter aumentado para R$ 5,29, na semana passada, porém o Estado ter continuado a repassar valor inferior ao preço praticado na bomba.

“O governo queria pagar o valor de repasse, ou seja, abaixo dos R$ 5,29 atuais. Por isso, não estamos abastecendo nenhuma viatura desde sábado”, revelou gerente de um dos postos de combustíveis da Capital que optou pela restrição.

Segundo o comerciante, que não quis se identificar, o valor repassado pelo Estado era de R$ 4,91 por litro, R$ 0,38 centavos a menos. “Estamos esperando o governo aumentar o repasse para voltar a abastecer”, complementou.

E o “boicote” parece ter dado certo. Segundo a SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização) a atualização dos novos valores praticados deve ser publicado em edição do Diário Oficial do Estado, já nesta quinta-feira.

“Informamos que não há falta de repasse nos valores. A Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) está acompanhando as questões envolvendo o aumento do valor do combustível e realizando procedimentos necessários para assegurar o abastecimento da frota estadual, a exemplo do apostilamento dos valores atualizados com o preço praticado pelo mercado (conforme regulamentação da ANP), que será publicado na edição desta quinta-feira (25) do Diário Oficial do Estado”, diz nota enviada ao Campo Grande News.

Ainda segundo informado, o novo preço a ser pago irá se equiparar ao valor praticado em mercado, R$ 5,29.

Restrito – O Campo Grande News percorreu postos da Rede Taurus, empresa que possui contrato com o governo de Mato Grosso do Sul para abastecer veículos oficiais, e encontrou cenários diferentes. Enquanto parte dos estabelecimentos da rede afirmam manter regularmente o abastecimento, em outros pontos a realidade é de abastecimento zero.

Ainda assim, em locais onde o abastecimento ainda não havia sido interrompido, a informação repassada a servidores indicava que a prática seria encerrada, nesta quinta-feira.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário