A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/06/2009 15:38

Brasil vence EUA e conquista Copa das Confederações

Redação

O estádio Ellis Park testemunhou neste domingo a mais emocionante partida da edição 2009 da Copa das Confederações, em que o Brasil saiu de desvantagem de dois gols para fazer 3 a 2 nos Estados Unidos e assim conquistar o torneio da Fifa pela terceira vez na história. Os norte-americanos abriram vantagem antes do intervalo, mas Luís Fabiano, duas vezes, e Lúcio, anotaram os gols da virada da seleção, todos no segundo tempo.

Desta forma, com a virada deste domingo, a seleção brasileira inevitavelmente vê se criar ao seu redor mais uma vez o status de principal favorito para a Copa do próximo ano, em mais uma passagem pelos estádios da África do Sul

A taça conquistada neste domingo foi a terceira do Brasil na Copa das Confederações (1997, 2005 e 2009), em desempenho que faz do país o maior vencedor da história da competição da Fifa, deixando a França para trás.

O triunfo na África do Sul também confere ao técnico Dunga o segundo título de sua carreira. Antes, o treinador havia faturado a Copa América de 2007, além do bronze olímpico nos Jogos de Pequim.

Com sua seleção fechando o torneio com 100% de aproveitamento, Dunga certamente deixa a África do Sul com observações mais conclusivas em relação às metas para o Mundial do próximo ano, seja em relação a nomes ou estratégias. Na Copa das Confederações, o técnico viu a afirmação de Luís Fabiano, maturidade de Júlio César e Lúcio, além de boas aparições de Daniel Alves, Ramires e André Santos, por exemplo.

Campeã da Copa das Confederações, a seleção volta suas atenções agora para a conclusão das eliminatórias, na luta pela vaga no Mundial do ano que vem, em que o próximo compromisso é o clássico com a Argentina fora de casa, no começo de setembro. Antes disso, porém, o time de Dunga tem amistoso com a Estônia em agosto, possivelmente já lidando com status de favorito da Copa.

Os gols da partida foram marcados por Dempsey, aos 8 minutos, Donovan, aos 26 minutos, Luís Fabiano, a 1 minuto e 28 minutos do segundo tempo e Lúcio, aos 38 minutos finais. (Com informações do site UOL).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions