A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/04/2014 08:37

Cene e Águia Negra repetem times do 1º jogo para o duelo final no Morenão

Helton Verão
Cene e Águia Negra repetem times do 1º jogo para o duelo final no Morenão

Com escalações bem parecidas ou até mesmo idênticas, Cene e Águia Negra decidem quem fica com o caneco do Campeonato Sul-Mato-Grossense 2014 na tarde de hoje, às 15 horas, no estádio Morenão. Pelo lado do Furacão, Cafu, Maycon e Marcelo Tevez eram dúvidas, mas deverão atuar. No Águia, o problema ainda é o meia Alex Farias, que não atuou na 1ª partida e segue como dúvida.

O rubro-negro de Rio Brilhante joga pelo empate para ficar com o tricampeonato. Já a equipe da Capital precisa de uma vitória simples para conquistar o hexacampeonato. “Cabe a nós tomar a iniciativa, jogando em casa e precisando da vitória”, ressalta o técnico do Cene, Cláudio Roberto.

O treinador afirma ter duas formações trabalhadas com a mesma escalação. “A escalação pode ser a mesma. As dúvidas que tínhamos por lesão parece que não serão problemas”, avalia Roberto sem especificar qual seria a outra formação.

O Cene deve ir a campo com André Moreto, Cafu, Dubinha, Maycon e Robinho; Naka, Baiano, Sapinho e Andrezinho; Guilherme e Marcelo Tevez.

Futuro – Questionado sobre seu futuro no clube cenista, Cláudio lembra que foi contratado inicialmente para o Estadual e a Copa do Brasil. “Sobre seguir para a Série D, ainda não conversamos. Mas claro que o técnico vive de resultado e eles serão importante para dar continuidade no trabalho”, comenta Roberto.

Pelo lado do Águia, o problema é antigo, Alex Farias segue como dúvida, para seu lugar, Valdnei deve jogar novamente, Abimael pode ser a outra opção. “Qualquer um que entrar poderá exercer a função normalmente do mesmo nível que os colegas”, comenta o treinador Chiquinho Lima.

A equipe que deve ir a campo é o seguinte: Felipe, Alisson Cacheado, Thiago Moura, Valnei, Fabiano; Willian Leal, Viti, Alex Farias (Valdnei), Victor Hugo, Leandro Branco e Marcelo Bras.

Arbitragem - Paulo Henrique Vollkopf e será auxiliado por Antônio Luiz Guimarães Lugo e Sérgio Alexandre da Silva, todos do quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Com assistentes fora do campo trabalham Erlanderson Martinez e Ivanilson Antônio da Costa.

Capital x Interior – Esta é a 15ª vez que um clube da Capital encara um rival do interior em uma final. A vantagem é grande para os clubes de Campo Grande, com 10 títulos, contra quatro do interior.

O Cene confirmou que irá acontecer a promoção parecida com a realizada na final do Campeonato Sul-Mato-Grossense do ano passado, torcedor com a camisa do clube ou amarela, paga apenas R$ 3 no ingresso minutos antes na bilheteria do estádio. Cene e Águia Negra jogam neste domingo, às 15 horas, no Morenão.

Artilharia – Enquanto a briga pelo título está quente, outra disputa está fria. A artilharia da competição tem Guilherme líder isolado, com 10 gols. Os únicos que tem alguma chance de alcança-lo é seu próprio companheiro de equipe, o zagueiro Edmílson Dubinha, com 7 gols e Leandro Branco com 5 gols. Cá entre nós ambos com chances remotas de igualar a marca do atacante.

Para quem preferir não participar da promoção, os preços irão variar de R$ 6 à R$ 30 e começaram a ser vendidos nesta quarta-feira (9). Para a arquibancada descoberta o valor será de R$ 6, na coberta o valor é de R$ 10 e nas cadeiras R$ 30. Estudantes, idosos, policiais, professores e doadores de sangue pagam meia entrada apresentando sua identificação.

Eles estão sendo comercializados na sede do clube e no Bar do Expressinho, ambos no bairro Los Angeles. Também na Planeta Esportes, no Centro da Capital.

Cene e Águia Negra fazem a grande final no domingo (13), às 15 horas, no estádio Morenão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions