A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/08/2017 15:35

Costa Rica terá Mundial de Mountain Bike com atletas de 70 países

Paulo Nonato de Souza
Passeio dos atletas no centro de Costa Rica, antes da largada do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike Centro-Oeste, em maio, no primeiro teste para o Mundial de 2019 (Foto: Divulgação/Wladimir Togumi)Passeio dos atletas no centro de Costa Rica, antes da largada do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike Centro-Oeste, em maio, no primeiro teste para o Mundial de 2019 (Foto: Divulgação/Wladimir Togumi)

A cidade de Costa Rica, distante 375 km de Campo Grande, será sede de uma etapa do Campeonato Mundial 24 horas de Mountain Bike Solo em julho de 2019 com a participação de atletas de 70 países, anunciou o prefeito do município, Waldeli dos Santos Rosa.

“Será o primeiro Mundial de Mountain Bike no Brasil, e melhor ainda que será realizado em Costa Rica. Vamos fazer o lançamento do Mundial em novembro deste ano e uma prova teste em 2018, o 24h Brasil Ride”, declarou o prefeito.

Segundo ele, Costa Rica concorreu com vários municípios do Brasil, também dotados de belezas naturais, e venceu a disputa para receber a prova, considerada a principal competição de mountain bike do mundo. “Estamos caminhando para ser referência dos esportes de aventura em Mato Grosso do Sul”, ressaltou.

Em entrevista ao Campo Grande News, por telefone, o organizador do Mundial, o português Mário Roma, disse que Costa Rica ganhou o direito de ser a sede da competição por conta do envolvimento do prefeito em promover o esporte, tendo o turismo agregado, e da estrutura que a cidade se comprometeu a oferecer com pistas de pump-truck e de cross-country.

Pista de pump-truck semelhante a que será construída em Costa Rica para receber o Mundial de Mountain Bike (Foto: Divulgação)Pista de pump-truck semelhante a que será construída em Costa Rica para receber o Mundial de Mountain Bike (Foto: Divulgação)

“O Mundial será inédito. Nunca o Brasil realizou um Campeonato Mundia 24 horas de Mountain Bike. Certamente será uma coisa fantástica. Para se ter uma ideia, o Mundial da Nova Zelândia, um país que fica do outro lado do mundo, teve atletas de 43 países, e no Mundial em Costa Rica teremos atletas de 70 países, porque o Brasil é um país que está mais à mão, ou seja, está mais próximo da Europa e da América”, comentou Mário Roma.

A escolha estratégica do mês de julho para a realização do Mundial é outro fator considerado importante para o sucesso do evento em Costa Rica. “Julho é o mês de férias na Europa, na America e no Brasil”, frisou o responsável pela organização.

De acordo com a programação para o Mundial, o lançamento oficial da prova em Costa Rica será no mês de novembro deste ano com um teste da pista de pump-truck por atletas de elite convidados, e no mês de julho de 2018 haverá uma prova nacional como ultimo teste da pista e da estrutura da cidade para receber a prova de 2019.

Entenda a prova - É disputada em circuito onde vence o atleta que percorrer o maior número de voltas em 24h, e envolve várias categorias. Além da Solo, onde a classificação dos atletas é individual, que será o foco da etapa em Costa Rica, a competição também pode ser em sistemas de Duplas e Quartetos.

Passagem do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike da região Centro-Oeste, realizado em maio deste ano em Costa Rica (Foto: Prefeitura/Divulgação)Passagem do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike da região Centro-Oeste, realizado em maio deste ano em Costa Rica (Foto: Prefeitura/Divulgação)


O empenho do prefeito foi fundamental.As cidades do interior sempre largando na frente em trazer grandes eventos.Grandes eventos dá mais visibilidade à cidade e atrai dinheiro,turistas e investimentos.Campo Grande não se empenham em atrair nem um campeonato de bulita,e ainda acaba com os que já existiam.O rodeio era um deles.
 
Joelcio Fernandes em 13/08/2017 10:27:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions