ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 33º

Esportes

Costa Rica terá Mundial de Mountain Bike com atletas de 70 países

Por Paulo Nonato de Souza | 11/08/2017 15:35
Passeio dos atletas no centro de Costa Rica, antes da largada do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike Centro-Oeste, em maio, no primeiro teste para o Mundial de 2019 (Foto: Divulgação/Wladimir Togumi)
Passeio dos atletas no centro de Costa Rica, antes da largada do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike Centro-Oeste, em maio, no primeiro teste para o Mundial de 2019 (Foto: Divulgação/Wladimir Togumi)

A cidade de Costa Rica, distante 375 km de Campo Grande, será sede de uma etapa do Campeonato Mundial 24 horas de Mountain Bike Solo em julho de 2019 com a participação de atletas de 70 países, anunciou o prefeito do município, Waldeli dos Santos Rosa.

“Será o primeiro Mundial de Mountain Bike no Brasil, e melhor ainda que será realizado em Costa Rica. Vamos fazer o lançamento do Mundial em novembro deste ano e uma prova teste em 2018, o 24h Brasil Ride”, declarou o prefeito.

Segundo ele, Costa Rica concorreu com vários municípios do Brasil, também dotados de belezas naturais, e venceu a disputa para receber a prova, considerada a principal competição de mountain bike do mundo. “Estamos caminhando para ser referência dos esportes de aventura em Mato Grosso do Sul”, ressaltou.

Em entrevista ao Campo Grande News, por telefone, o organizador do Mundial, o português Mário Roma, disse que Costa Rica ganhou o direito de ser a sede da competição por conta do envolvimento do prefeito em promover o esporte, tendo o turismo agregado, e da estrutura que a cidade se comprometeu a oferecer com pistas de pump-truck e de cross-country.

Pista de pump-truck semelhante a que será construída em Costa Rica para receber o Mundial de Mountain Bike (Foto: Divulgação)
Pista de pump-truck semelhante a que será construída em Costa Rica para receber o Mundial de Mountain Bike (Foto: Divulgação)

“O Mundial será inédito. Nunca o Brasil realizou um Campeonato Mundia 24 horas de Mountain Bike. Certamente será uma coisa fantástica. Para se ter uma ideia, o Mundial da Nova Zelândia, um país que fica do outro lado do mundo, teve atletas de 43 países, e no Mundial em Costa Rica teremos atletas de 70 países, porque o Brasil é um país que está mais à mão, ou seja, está mais próximo da Europa e da América”, comentou Mário Roma.

A escolha estratégica do mês de julho para a realização do Mundial é outro fator considerado importante para o sucesso do evento em Costa Rica. “Julho é o mês de férias na Europa, na America e no Brasil”, frisou o responsável pela organização.

De acordo com a programação para o Mundial, o lançamento oficial da prova em Costa Rica será no mês de novembro deste ano com um teste da pista de pump-truck por atletas de elite convidados, e no mês de julho de 2018 haverá uma prova nacional como ultimo teste da pista e da estrutura da cidade para receber a prova de 2019.

Entenda a prova - É disputada em circuito onde vence o atleta que percorrer o maior número de voltas em 24h, e envolve várias categorias. Além da Solo, onde a classificação dos atletas é individual, que será o foco da etapa em Costa Rica, a competição também pode ser em sistemas de Duplas e Quartetos.

Passagem do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike da região Centro-Oeste, realizado em maio deste ano em Costa Rica (Foto: Prefeitura/Divulgação)
Passagem do Desafio Brou Bruto de Mountain Bike da região Centro-Oeste, realizado em maio deste ano em Costa Rica (Foto: Prefeitura/Divulgação)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário