A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

26/04/2009 16:42

Cruzeiro goleia Atlético-MG e fica perto do bicampeonato

Redação

No duelo entre os artilheiros Diego Tardelli e Kléber, na tarde deste domingo, no Mineirão, quem se destacou foram os defensores Leonardo Silva e Jonathan, que fizeram quatro dos cinco gols do Cruzeiro na goleada sobre o Atlético-MG, por 5 a 0. Com o resultado, o clube celeste poderá perder por até quatro gols de diferença o segundo jogo, no próximo domingo, que será bicampeão mineiro. O alvinegro só impede o feito se ganhar, por pelo menos, cinco gols de frente.

Dessa forma, a decisão desta edição do Campeonato Mineiro segue a tendência dos dois últimos anos, quando o primeiro jogo definiu o título, em função de goleadas do Atlético, por 4 a 0, em 2007, e do Cruzeiro, ano passado, por 5 a 0. Neste domingo, antes mesmo da marcação do dois últimos gols, quando o time celeste vencia por 3 a 0, parte da torcida atleticana começou a deixar o Mineirão. Com os gols de Jonathan, o placar do jogo de ida em 2008 foi repetido.

Já a torcida cruzeirense, presente em maioria no Mineirão, fez muita festa para comemorar o resultado, que deixa o seu time muito perto do bicampeonato. Os gritos de "é campeão" tomaram conta do estádio. O caminho da vitória foi aberto por Kléber, ainda no primeiro tempo, enquanto Tardelli, especialmente na etapa final, teve atuação muito discreta.

Além de tomar a vantagem do empate do rival, a vitória manteve a invencibilidade do Cruzeiro diante do Atlético. O time celeste não perde para o seu tradicional adversário há 11 jogos, com 10 vitórias, sete delas seguidas, e um empate. A última vez que o alvinegro ganhou da equipe cruzeirense foi na primeira partida da final de 2007, por 4 a 0.

Enquanto o Cruzeiro segue sem perder no Mineirão, o que não acontece há 21 jogos, desde setembro, quando foi derrotado pelo Palmeiras, por 1 a 0, o Atlético-MG teve interrompida sua série invicta de 13 jogos, com 12 vitórias e um empate. A defesa do Atlético, que não era vazada há quatro jogos pelo Mineiro, levou cinco do melhor ataque da competição, o do Cruzeiro, que chegou a 50.

Antes de a bola rolar, muita festa das duas torcidas, embora o público não tenha sido o esperado. A carga total era de 64.800 de ingressos, mas foram vendidos 47.489. Apesar de tumultos registrados pela Polícia Militar de Minas Gerais, na manhã deste domingo, em alguns pontos da capital mineira e da sua Região Metropolitana, chegando a registrar um ferido por bala de borracha, no Mineirão, durante a partida não houve incidentes.

Gols

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions