A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

20/02/2017 16:20

De área de lazer a shows, extracampo é aposta para levar torcedor ao estádio

Amanda Bogo
Brinquedos infláveis e um food truck foram montados em frente ao Morenão no dia do Comerário (Foto: Divulgação / Fundesporte)Brinquedos infláveis e um food truck foram montados em frente ao Morenão no dia do Comerário (Foto: Divulgação / Fundesporte)

Áreas de lazer para crianças, espaços de alimentação, sorteios de camisas e até show de escola de samba. A aposta das equipes mandantes para atrair torcedores ao Estádio Morenão, após a reabertura da arena, está no extracampo dos jogos do Campeonato Sul-Mato-Grossense, deixando de ser apenas uma partida para configurar um grande evento esportivo.

Um exemplo é a estratégia adotada pelo Operário no domingo (19), durante o Comerário, que atraiu 6,7 mil torcedores. Para Estevão Petralhas, presidente do Galo, que é uma das duas equipes que têm o mando de campo do estádio universitário, a somatória das ações desenvolvidas pelo marketing do clube tem como objetivo trazer de volta a velha tradição do futebol sul-mato-grossense.

Torcida do Operário Morenão (Foto: André Bittar)Torcida do Operário Morenão (Foto: André Bittar)

Operário - As ações começaram antes mesmo do dia em que a bola rolou. Além de publicações em redes sociais, ingressos foram doados em escolas da rede pública municipal e estadual de Campo Grande para atrair alunos ao estádio. “A escola que levar maior número de torcedores vai poder acompanhar o nosso treino. Vamos buscar e levar esses alunos com o ônibus do time. Queremos criar o torcedor do futuro”, explicou o presidente.

Um food truck ficou estacionado em frente ao Morenão como opção de alimentação para os torcedores. Brinquedos infláveis foram montados para que as crianças pudessem se divertir, e a escola de samba da Vila Carvalho animou quem estava no estádio antes do jogo começar. A realização das duas últimas ações citadas é fruto da parceria entre Operário e Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

Atrair os torcedores vem sendo uma das prioridades do Galo. No intervalo dos jogos, torcedores tem a chance de chutar do meio do campo para marcar um gol e ganhar a camisa do time. Crianças até 12 anos não pagam para entrar, mulheres tem desconto de 50% para qualquer setor do Morenão. Times da categoria de base se enfrentam no intervalo como forma de apresentar o trabalho feito com os pequenos atletas. A diretoria pretende investir em mais shows musicais, pacotes de desconto e em meio a isso, tem até parceria com time de futebol americano.

“Estamos conversando para nos próximos jogos levar grupo de pagode, dupla sertaneja. Vamos lançar outro pacote popular para o próximo confronto e apresentar nossa parceria com o Graveddigers. Essas ações fazem com que a gente possa voltar a acreditar e a sorrir. Nosso povo sofreu bastante, e os governantes e empresários precisam entender que as pessoas precisam trabalhar mais felizes. A alegria do fim de semana é o que aconteceu ontem no Morenão”.

Torcida do Comercial no Morenão (Foto: André Bittar)Torcida do Comercial no Morenão (Foto: André Bittar)

Comercial - O Comercial vem fazendo o trabalho de atrair os torcedores para suas partidas no Morenão pelas redes sociais. De forma mais ampla, a diretoria foi até escolas públicas para atrair os jovens torcedores, mas parou aí. A justificativa do presidente Valter Mangini para não ampliar as atividades é que todos os mandos da equipe no Estadual foram contra equipes menores do interior, o que acaba limitando o número do público presente.

“Fizemos várias ações, mas todos os nossos jogos foram pequenos, de uma torcida só. Como são partidas contra times do interior, costuma ter sempre entre 1,5 mil a 2,5 mil de torcedores nossos. O próximo confronto vai ser no sábado (25), contra o Costa Rica, e é difícil o torcedor do interior viajar para acompanhar, mas vamos pensar em alternativas para trabalhar”, pontuou.

A expectativa do Colorado é pelo próximo Comerário, que será realizado no dia 22 de março, às 20h45, o que exigirá todo esforço da gestão de marketing. Uma grande festa com apresentações culturais e sorteio está sendo preparada pela diretoria, conforme Manigni.

“Estamos pensando em trabalhar com as colônias portuguesa, japonesa e paraguaia, que farão apresentações de dança e comidas típicas. Um grupo de motos da Harley-Davidson fará exposição, e também vamos buscar as ações da Fundesporte”.

Fundesporte - “Estamos colocando a disposição do mandante dos jogos toda a nossa equipe do programa Lazer na Cidade. Disponibilizamos brinquedos infláveis, tobogã, pula-pula, além da parceria com a secretaria de cultura, que no domingo levou a escola de samba. Tudo isso é para tornar o ambiente mais agradável”, explicou Marcelo Miranda, diretor-presidente da Fundesporte.

Miranda ressaltou que a Fundação está a disposição de todos os mandantes, oferecendo os materiais. Para ele, o trabalho é um atrativo para a família. “O que a gente tem visto é que os pais querem levar as crianças ao estádio, o que é uma tradição, mas as crianças precisam de um atrativo maior porque ainda não entendem bem o futebol. Ter lazer para elas, estrutura de lanchonete torna o espetáculo mais agradável e traz atração para toda a família”.

O diretor finalizou ressaltando que a presença do público no Morenão está dentro do esperado. “Ouvimos depoimentos bacanas, pessoas agradecendo, emocionadas, que não iam há muitos anos e hoje podem levar a família. Com o trabalho da Polícia Militar fazendo a segurança possibilita que sejam um ambiente seguro para que a família vá sem risco. O que ouvimos de elogio nos deixou realizados”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions