A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

09/07/2017 10:28

Em torneio "Força Bruta", bombeiros têm de cortar tora em tempo recorde

Leonardo Rocha e Guilherme Henri
Competição terá 07 provas para testar habilidade e força dos bombeiros (Foto: Marcos Ermínio)Competição terá 07 provas para testar habilidade e força dos bombeiros (Foto: Marcos Ermínio)

Pela primeira vez em Campo Grande, o 6° Grupamento do Corpo de Bombeiros promove nesta manhã (9) uma competição com sete provas, para testar força, habilidade e técnica destes profissionais. Chamada de "Bombeiros Força Bruta", a disputa tem a intenção de mostrar a população o dia a dia de socorro e salvamento.

A competição tem a participação de 12 bombeiros, que terão que desempenhar em menor tempo atividades como cortar toras com machado, carregar mangueira calibrada com água, desatar nós e carregar toras.

A disputa começou por volta das 9h e deve seguir até o final da manhã, tendo como premiação o valor de R$ 1 mil para o campeão, R$ 600,00 ao segundo colocado, R$ 400,00 para quem ficar em terceiro, R$ 200,00 ao quarto (colocado) e R$ 100,00 ao quinto.

De acordo com o Major do Corpo de Bombeiros, André Rufato, o objetivo da prova é fazer uma interação com a população, para que todos possam conhecer melhor a rotina destes profissionais, que além do condicionamento físico, precisam de habilidade para desempenhar suas funções.

"Neste trabalho não é apenas força e sim técnica e habilidade.As provas mostram algumas funções que são desempenhadas pela corporação, que muitas vezes as pessoas não conhecem", disse Rufato, um dos organizadores da prova.

 

Uma das provas, os bombeiros terão que carregar toras para testar a força (Marcos Ermínio)Uma das provas, os bombeiros terão que carregar toras para testar a força (Marcos Ermínio)

Competidores - O soldado do Corpo de Bombeiros, Victor Hugo Medina, de 23 anos, defende a competição como forma de ver o trabalho que eles desempenham valorizado. "A maioria das pessoas acredita que nós só apagamos incêndio, mas temos outras atividades, como o resgate".

Medina que é um dos competidores, contou que fez um treinamento específico para participar do torneio, fora a preparação que o Corpo de Bombeiros já dispõe aos militares. Mesma situação do soldado Rafael Bianchin, 28, que fez um trabalho fixo para participar das provas.

O evento está ocorrendo nos altos da Avenida Afonso Pena, em frente ao Parque das Nações Indígenas, no espaço que antes era utilizado para a Cidade do Natal. A competição faz parte das comemorações da Semana Nacional do Bombeiro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions