A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

23/04/2017 18:29

Novo segura empate sem gols e encara o Corumbaense na final

Nyelder Rodrigues
Novo segurou o placar em Dourados e faz final inédita (Foto: Franz Mendes)Novo segurou o placar em Dourados e faz final inédita (Foto: Franz Mendes)

Novo e Corumbaense farão a final do Estadual 2017, em decisão inédita. O time de Corumbá, campeão sul-mato-grossense em 1984, retornou à final após 33 anos e vai tentar conquistar seu segundo título, enquanto o Novo, tido como candidato ao rebaixamento no início da competição, chega pela primeira vez à final do Estadual.

O duelo que fechou o domingo de futebol aconteceu no estádio Douradão, onde o Sete de Dourados recebeu o Novo. No jogo de ida, no Morenão, em Campo Grande, o placar foi de 1 a 0. Com isso, um empate dava a classificação para o time campo-grandense no jogo de volta. E foi exatamente isso o que aconteceu.

Do início ao fim, o Sete procurou controlar a partida e pressionar o adversário. Porém, o alviverde se postou bem na defesa e soube segurar o resultado. Na metade do segundo tempo, já com as três substituições feitas, o goleiro do Sete, Wendel, saiu desacordado de campo, ficando em seu lugar o volante Primo.

Já em Campo Grande, o Operário vacilou diante de sua torcida e foi eliminado pelo Corumbaense. Com a vantagem de poder perder por até um gol de diferença, pois ganhou o primeiro duelo por 1 a 0 em Corumbá, o Galo da Capital se perdeu em campo.

Primeiro, na etapa inicial, o time se envolveu em uma confusão que terminou com a expulsão do lateral direito Paulinho e com o zagueiro do Corumbaense, Rafael. Minutos depois, aos 35, os visitantes abriram o placar, com Rodrigo.

Galo da Capital não conseguiu segurar o Galo de Corumbá e foi eliminado em casaGalo da Capital não conseguiu segurar o Galo de Corumbá e foi eliminado em casa

O segundo veio aos 38 minutos, com Willian. Aos 41 o Operário reagiu e diminuiu aos 41. Rodrigo Gral cobrou pênalti, o goleiro Diego defendeu, mas o atacante aproveitou o rebote. Porém, logo no reinício do jogo, o Corumbaense aproveitou a sobra de bola em confusão na área e Juninho fez 3 a 1, placar que perdurou na etapa final.

Nacionais e terceiro lugar - Agora, o Novo e Corumbaense se enfrentam no próximo domingo (30) no Morenão pelo primeiro jogo da final, enquanto o Douradão recebe Sete e Operário pela decisão do terceiro lugar no sábado (29).

Na final, além de brigar pelo título, eles também brigar por uma vaga na Copa Verde - que fica com o campeão - do ano que vem e pelo prêmio de cerca de R$ 33 mil para o campeão. O vice fica aproximadamente R$ 16 mil.

Como campeão e vice garantem vaga na Copa do Brasil e Série D do Brasileirão em 2018, Novo e Corumbaense já estão com vaga garantida nestas competições. Já a decisão do terceiro lugar visa definir o outro representante de Mato Grosso do Sul na edição de 2018 da Copa Verde.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions