A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/03/2009 11:37

Reforma no Morenão pode garantir 35 mil em jogo do Misto

Redação

O Morenão poderá receber 35 mil torcedores para o jogo pela Copa do Brasil entre Misto de Três Lagoas e o Corinthians. Mas tudo vai depender se as obras de reparo no estádio forem concluídas antes do dia do jogo.

Na manhã de hoje, membros da Universidade, nos Ministérios Públicos Federal e Estadual, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) se reuniram para definirem os procedimentos que serão adotados para a desinterdição da arquibancada coberta, que vem limitando em 20 mil o número de pessoas por jogo.

O MPF decidiu interditar o Morenão depois que foi contatado que pedaços da cobertura de concreto estão se soltando e podem representar risco para os torcedores. João Jair Sotoreli, gerente de serviços gerais da UFMS, disse que os fragmentos que podem cair não são grandes, e a estrutura não corre nenhum risco de desabar.

O presidente da FFMS, Francisco Cezário, garante que vai dar tempo para se fazer os reparos necessários até o dia do jogo. "Com isso vamos ampliar de 20 para 35 mil lugares no Morenão até o dia 8 de abril". Para Cezário, a ampliação da capacidade do estádio, também permitirá que a partida tenha ingressos a preços populares.

Renato Katayama, engenheiro da empresa que fará a restauração, disse que as obras não são muito complicadas e que, há tempo hábil para se concluí-las. "Mas temos de começar logo", alerta. Ele explica que para se fazer os reparos será montado um andaime móvel. "E lá em cima os trabalhadores retiraram os fragmentos, que estão soltos, mas que ainda não se desprenderam, tratar a ferragem com um anticorrosivo e preencher o local com argamassa super-aderente. Também será feita a impermeabilização com manta asfáltica", detalha.

Segurança - O professor do curso de engenharia da UFMS, Carlos Liberato Portugal, foi enfático em dizer que "da segurança não se abremão" e que o estádio só será liberado quando houver certeza de que não há risco do torcedor se ferir.

Mesmo com toda a empolgação para o jogo, onde o "fenômeno" Ronaldo deve jogar, o MPF só vai liberar o uso da parte coberta do Morenão, com um laudo que ateste que não há risco de alguém sair ferido.

"O laudo pode ser feito pelo Corpo de Bombeiros. O importante é se garantir a imparcialidade na elaboração deste documento", disse o procurador da República, Felipe Braga.

No último jogo pela Copa do Brasil que aconteceu no Morenão, quando o Ivinhema enfrentou o Flamengo, o MPF liberou mais oito mil ligares no estádio, passando a receber 20 mil torcedores.

O custo do reparo custará cerca de R$ 210 mil, dinheiro que a Federação tenta conseguir com o governo do Estado e com a prefeitura de Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions