ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 21º

Esportes

Torcedora ilustre dá aula de incentivo em apresentação de jogadores

Por Aliny Mary Dias | 03/12/2013 07:48
Maria fez discurso durante apresentação dos jogadores ontem (Foto: Marcos Ermínio)
Maria fez discurso durante apresentação dos jogadores ontem (Foto: Marcos Ermínio)

Aos 73 anos, Maria das Dores, mais conhecida como Tia Maria, é figurinha super conhecida nos estádios de Mato Grosso do Sul. A torcedora fanática pelo Operário Futebol Clube torceu pelo time desde a fundação e agora veste uma nova camisa: a do Novoperário. Durante a apresentação do novo elenco ontem (1º), a Tia Maria tomou a frente nos discursos e deu uma aula de motivação para os atletas.

Para quem é acostumado a acompanhar apresentação de novos atletas ao vivo ou pela televisão, o cenário no centro de treinamento do Novoperário foi inusitado. Mais de 30 homens se reuniram em uma roda enquanto a diretoria anunciava as novas contratações.

Entre uma fala e outra, a Tia Maria pediu a vez e cobrou entusiasmo para os novos e experientes jogadores. “Quando vocês estiverem querendo desanimar, lembrem-se que a Tia Maria vai estar aqui torcendo por vocês. Estou morrendo de saudade de dar a volta olímpica segurando o troféu”, desabafa em alto e bom tom a torcedora ilustre.

O semblante dos jogadores durante o discurso da Tia Maria era de atenção e até espanto. Para a torcedora, o “puxão de orelha” serve para dar mais ânimo para os jogadores que começaram a pré-temporada esta semana.

“Eu amo o Novoperário e faço de tudo para eles jogarem com muita raça. Não vejo a hora de ir para o estádio e gritar o nome do meu time”, conta Maria.

Empolgação da torcedora ao falar sobre o clube chama a atenção (Foto: Marcos Ermínio)
Empolgação da torcedora ao falar sobre o clube chama a atenção (Foto: Marcos Ermínio)

Famosa – A paixão da torcedora não é novidade para quem acompanha o futebol sul-mato-grossense. Maria das Dores acompanhou o Operário desde sua fundação, em 1973. Ela conta que o amor pelo clube era tão grande que até comida ela levava para os jogadores.

“Eu ia até o Ceasa, pegava os alimentos e fazia os almoços para meus jogadores. Era um amor incondicional, mas o clube entrou em uma crise e quando o Novoperário apareceu eu achei um novo amor”, conta.

O Novoperário foi fundado há três anos e conquistou o título da série B no ano passado. Depois de 16 anos sem comemorar um título pelo antigo Operário, Maria pôde ter um gostinho com a conquista do ano passado.

“Fazia muito tempo que eu não gritava Campeão, tudo bem que foi da série B, mas estou muito confiante que iremos levantar a taça mais uma vez esse ano”, conta a torcedora que coleciona histórias do futebol e o carinho de quem faz parte da diretoria.

Nos siga no Google Notícias