A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


27/11/2017 06:00

Cada vez mais elas mandam na família em MS

Osvaldo Júnior, Leonardo Rocha e Guilherme Henri

Eu mando - O IBGE mostra com estatísticas o que as pessoas já percebem no dia a dia: o número de mulheres que comandam os lares está aumentando. Com os novos arranjos familiares e mudança na percepção da mulher quanto sua posição em casa, a quantidade das que se declaram “chefes de domicílio” cresce significativamente em Mato Grosso do Sul.

Eles nem tanto – Aqui no Estado, a quantidade de mulheres no comando dos lares disparou, enquanto o número de homens que afirmam ser os que mandam em casa caiu. Em 2012, havia 278 mil mulheres nessa condição, praticamente metade da quantidade de homens (552 mil). Essa distância caiu acentuadamente em 2016: são 520 mil homens (redução de 5,79%) e 370 mil mulheres (alta de 33%).

Morando só - Além de assumirem a chefia do lar, as mulheres também estão mais decididas a morar sozinhas. Isso também é atestado na pesquisa do IBGE. Em 2016, havia 70 mil homens e 57 mil mulheres morando sozinhos em Mato Grosso do Sul. No ano passado, os números se inverteram: 65 mil homens e 72 mil mulheres. As variações são de -7,14% no caso deles e de 26,31% em se tratando delas

Só voto - O prefeito Marquinhos Trad (PSD) confirmou que é procurado por alguns partidos e políticos em busca de apoio para 2018, no entanto, jurou que no máximo vão conseguir o seu voto. "O restante tem que correr atrás e conseguir o voto da população".

Sem conversa ainda - Marquinhos ainda garantiu que não tem pensando nos cenários políticos e eventuais candidatos para o próximo ano e que seu foco é a gestão à frente da cidade, na área administrativa,

Ansiedade – O recém-nascido Erick Valentim, que nasceu com uma síndrome rara de malformação, deve passar por consulta com um oftalmologista nesta segunda-feira (27). Segundo a mãe, Poliana Ponte, 24 anos, a consulta foi agendada por pessoas que estão em campanha pelo bebê e, a princípio, a informação é de que o médico irá custear toda a cirurgia dos olhos do menino

Sem sinal - A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) inicia em fevereiro o bloquei de celulares considerados irregulares no Brasil, mas em Mato Grosso do Sul esse processo ainda vai demorar mais de um ano, previsto só para 8 de dezembro de 2018. Primeiro, os usuários vão receber mensagens sobre a possibilidade de bloqueio, o que deve ocorrer a partir de setembro.

Quebradeira - As mudanças nas leis trabalhistas vão exigir a reorganização dos sindicatos para conseguir sobreviver. O Dieese estima que pelo menos 100 mil trabalhadores ligados a atividades sindicais devem ser demitidos no Brasil por conta de queda na arrecadação das entidades.

Cara pálida - Ex-assessor da CPI da Funai e do Incra, criada pela bancada ruralista no Congresso, virou ouvidor da Fundação do Índio e agora é considerado inimigo número 1 das comunidades em Mato Grosso do Sul. Na semana passada, Marcelo Augusto Xavier da Silva, enviou solicitação por escrito à Polícia Federal para que adote providências contra indígenas e organizações não governamentais aqui do Estado que "arregimentam mulheres, crianças e idosos".

Trabalhão - A Semana Nacional de Conciliação começa nesta segunda-feira com uma agenda daquelas. São 3.244 processos em todas as comarcas do Estado para irem à audiência só até o dia 1º de dezembro, o que significa 648 por dia.

 

 

MS é líder de grana para a celulose
Menina dos olhos – Mato Grosso do Sul segue como o estado com mais previsão de investimentos da indústria da celulose. Projeção da Ibá (Indústria Bra...
Os presos da Lama Asfáltica em números
1 mês – Nesta segunda-feira (19), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho dele André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves complet...
Rotatória da Coca-Cola e a falta de educação
Boca-suja– O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine de Lima Bruno, contou nesta semana que mudanças na confluência ent...
MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions