A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


13/10/2014 06:00

Campanha, finalmente, ganha as ruas e os carros

Marta Ferreira

Vem pra rua – Depois de um primeiro turno em que apenas os incômodos cavaletes pareciam dar o ar de campanha na rua, o segundo turno com disputa apertada nas eleições, tanto presidencial quanto para o governo, acordou candidatos e militantes. Até bandeiraço, que não se viu no primeiro turno, foi possível ver neste fim de semana em Campo Grande.

No trânsito – A campanha também ganhou os carros. Neste segundo turno, é possível ver muito mais adesivos em veículos, com o apoio aos candidatos que estão na disputa. Coincidentemente, se repete no País e no Estado a polarização entre PT e PSDB, com Dilma Rousseff contra Aécio Neves, para presidência, e Delcídio do Amaral contra Reinaldo Azambuja, para o governo.

Sola de sapato – Os candidatos também estão enfrentando o calorão e o tempo seco para atrair votos. Delcídio do Amaral, neste domingo, teve dificuldades para deixar a quermesse em celebração a Nossa Senhora Aparecida. A todo momento era parado e precisou de três tentativas, ao menos, para deixar o espaço. Da mesma forma, Reinaldo Azambuja, que fez adesivagem no Centro, foi bastante assediado para fotos, abraçoes e até beijos.

Guerra da fé - A Igreja Universal do Reino de Deus em Três Lagoas tenta reverter, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, condenação ao pagamento de R$ 60 mil de indenização a um ex-ministro evangélico, que foi à Justiça alegando que, em pleno culto, foi difamado, sob a acusação de ter mantido um caso extra-conjugal.

O caso – O fato, segundo o processo, ocorreu em 2007, quando o autor da ação deixou a denominação religiosa e passou a atuar em outra igreja, e a condenação que está sendo contestada agora é do ano passado. Segundo ele, o representante maior da igreja à época, incomodado com o fato de estar atraindo fieis, iniciou uma campanha contra, com direito a testemunho público de uma mulher que disse ter tido um caso com ele.

Menos – O ex-ministro evangélico da Universal havia pedido uma indenização de 200 salários mínimos, hoje equivalente a R$ 144 mil, o que o juiz de primeiro grau considerou um valor alto. Mesmo entendendo que houve dano moral, o magistrado definiu a indenização em R$ 60 mil. A Igreja e o representante acusados recorreram e o caso está sob análise do Tribunal de Justiça.

Música e saúde - A abertura do Centro Pediátrico Municipal, ontem cedo, em Campo Grande, teve trilha sonora ao som de violino. Enquanto a fita de inauguração era cortada, um músico tocava músicas clássicas conhecidas do grande público.

Otimista – O prefeito, dessa vez, não mostrou seus dotes musicais. Ele fez apenas uma espécie de pregação, desejando que as crianças que procurarem a unidade sejam atendidas com “carinho e amor”. “Os médicos vão atender sorrindo”, discursou o prefeito.

Homenagem – Enquanto as instalações eram apresentadas, a primeira-dama Andrea Olarte explicou que a pintura de uma criança negra em uma das salas é dedicada a sua assessora, Nélcia Rita.

Retorno – Há três meses, o delegado de Polícia Civil Roberto Faria voltou à ativa, depois de passar um período aposentado por invalidez. A volta ao trabalho foi logo com uma delegacia “pedreira”: ele foi designado para Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai, região considerada um dos quartéis-general do tráfico de drogas.

(Colaborou Kleber Clajus, Caroline Maldonado e Viviane Oliveira)

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions